2007-02-10

Subject: Frutos de plástico podem ajudar a restaurar a floresta tropical

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Frutos de plástico podem ajudar a restaurar a floresta tropical

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Os morcegos podem ser atraídos para vastas áreas de floresta tropical destruída com a ajuda de frutos de plástico, descobriram os investigadores. Este facto, dizem eles, pode ser a chave para restaurar segmentos da paisagem.

Os morcegos nariz de folha da América do Sul, da família Phyllostomidae defecam as sementes dos frutos de que se alimentam enquanto voam. Este processo, conhecido por 'chuva de semente', ajuda as plantas a dispersarem-se através da floresta das chuvas.

Gledson Bianconi, da Universidade Estadual Paulista do Rio Claro, Brasil, em conjunto com uma equipa de ecologistas e químicos, ponderou se este eficiente mecanismo de dispersão de sementes poderia ser usado para restaurar zonas danificadas da floresta das chuvas. Se os morcegos pudessem ser controlados, pensaram, talvez pudessem ser usados pelos investigadores que tentam regenerar partes da floresta que já foram terrenos agrícolas ou pastos até ao momento em que a camada superficial do solo foi destruída.

A equipa extraiu os óleos essenciais de pimentos Piper gaudichaudianum, uma das refeições preferidas dos morcegos focinho de folha, e espalhou-os sobre frutos artificiais de espuma de borracha. Colocaram-nos no meio de zonas de floresta danificada, onde os morcegos normalmente não passam em busca de comida.

Vigiaram a floresta de noite e esperaram para ver se os morcegos seriam enganados de forma a visitar a zona. Usando óculos de visão nocturna, viram dúzias de morcegos sair da floresta tropical densa e visitar os frutos todas as noites.

Mas também precisavam de descobrir se os morcegos seriam eficientes na distribuição das sementes, era possível que só os morcegos esfomeados se dessem ao trabalho de visitar os frutos falsos e que esses morcegos não tivessem sementes para distribuir. A equipa utilizou redes para capturar os morcegos e recolheu fezes, descobrindo nelas sementes em abundância, relatam na revista Biotropica.

A floresta tropical alberga grande parte da biodiversidade do mundo e desempenha papel crucial na mitigação das alterações climáticas ao capturar carbono, logo os investigadores estão ansiosos em reverter os danos causados pela desflorestação que decorreu no século passado.

Muitos projectos de restauração envolvem a plantação da mistura de plantas nativas com espécies pioneiras mais exóticas, que serão mais capazes de lidar com as condições adversas do solo exposto mas esta situação cria uma paisagem muito diferente da original.

 

"A maioria dos projectos de reflorestação não podem plantar muitas das plantas nativas porque elas já não estão disponíveis", diz Sandra Bos Mikich do laboratório de ecologia da Embrapa, Colombo, Brasil. Para muitas dessas plantas não há sementes disponíveis comercialmente devido à dificuldade no seu cultivo, muitas precisam de ser digeridas antes de germinarem.

Usar os óleos essenciais da fruta para atrair os morcegos para a dispersão das sementes, explica ela, seria uma forma fácil de aumentar o fluxo de sementes nativas para a área e assegurar uma alta diversidade na floresta.

"Esta pesquisa pode fornecer uma boa maneira de reintegrar plantas nativas da floresta tropical nas zonas destruídas", concorda o botânico tropical Bente Klitgaard, do Natural History Museum de Londres. A pergunta difícil é se as plantas nativas serão capazes de sobreviver na secura, calor e forte luz que existe nas zonas abertas.

Todas estas estratégias também precisam de competir com a utilização alternativa da terra, como a agricultura. "Seria ideal se só pudéssemos regenerar a 'verdadeira floresta tropical', mas temos que ser realistas", diz Klitgaard. "Também temos que alimentar as pessoas."

Mikich tenciona agora identificar os componentes dos óleos que são responsáveis pela atracção dos morcegos para os sintetizar e tornar esta técnica de regeneração da floresta disponível de forma geral. 

 

 

Saber mais:

Insectos são cruciais para a diversidade da floresta tropical

Floresta húmida da Costa Rica em risco

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com