2007-01-05

Subject: União Europeia com normas mais apertadas para o transporte de animais

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

União Europeia com normas mais apertadas para o transporte de animais

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

O stress sofrido por animais enquanto são transportados por toda a Europa vai ser reduzido com a aplicação de novas regras na União Europeia.

Os camiões usados no transporte do gado em viagens de 8 horas ou mais têm que ter uma licença que garanta que estão equipados com sistemas de fornecimento de água e regulação de temperatura. Os novos camiões também têm que ser equipados com navegação por satélite, de forma a facilitar a verificação dos períodos de descanso.

As regras entram em vigor dias depois de uma outra lei da União ter proibido o transporte de vitelos em caixotes sem espaço para se virarem.

O grupo de defesa dos direitos dos animais Compassion in World Farming (CIWF) refere que as novas regras no transporte dos animais foram uma melhoria mas lamentam que nada tivesse sido feito para restringir a duração das viagens.

Ficaram muito felizes com o facto de os camiões terem que receber uma licença e que a partir de Janeiro do próximo ano os condutores tenham que ter um certificado de competência que prove que receberam formação para lidar com os animais. As firmas de transporte de animais vivos já precisam de ser licenciadas.

A nova regulamentação também proíbe o transporte de fêmeas com menos de uma semana após o parto e das crias recém-nascidas. Estas crias são definidas como leitões com menos de 3 semanas, cordeiros com menos de uma semana e bezerros com menos de 10 dias.

Todos os camiões, incluindo os antigos que já são utilizados no transporte de animais vivos, terão que ser equipados com navegação por satélite até 2009.

O transporte de bezerros vivos do Reino Unido para a Europa continental foi retomado em Maio passado, após uma proibição de 10 imposta devido ao surto de BSE ou doença das vacas loucas.

Entre Maio e Outubro, 44 mil animais tinham sido transportados para o continente, de acordo com a CIWF. Alguns foram para destinos distantes, como o sul de Itália, em viagens de mais de 60 horas.

 

Peter Stevenson, da CIWF, diz que apesar da proibição dos caixotes dos vitelos, os bezerros nascidos no Reino Unido ainda vão ser engordados em condições que são ilegais na sua origem.

Apesar dos bezerros terem que ser mantidos em grupos a partir de agora, a exigência inglesa de "alojamento adequado" não existe na maioria dos países para onde são exportados, logo acabam por ser mantidos em edifícios com chão nu de cimento.

A lei que proíbe os caixotes de vitelos apenas insiste apenas na existência de camas cómodas para bezerros até duas semanas de idade. "Estamos muito contentes com o desaparecimento dos caixotes mas isso não significa que as coisas estejam perfeitas para os bezerros, longe disso", diz ele.

Ele acrescenta que a CIWF vai continuar a sua campanha a favor de uma proibição do transporte de animais vivos durante mais de 8 horas e a proibição total do transporte de animais vivos provenientes do Reino Unido.

O comissário europeu para a saúde, Markos Kyprianou, refere que a Comissão Europeia vai apresentar novas propostas sobre os tempos de viagem e as densidades em que os animais podem ser mantidos até ao final de 2009.

 

 

Saber mais:

Comissão Europeia - Bem-estar animal

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2007


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com