2006-11-07

Subject: Anticorpos radioactivos atacam células infectadas pelo HIV

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Anticorpos radioactivos atacam células infectadas pelo HIV

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Os investigadores podem ter descoberto uma nova forma de combater o HIV. Clique aqui para ver como funciona.

Desde há décadas que os investigadores se têm interrogado o que seria necessário fazer para eliminar o vírus da imunodeficiência humana (HIV) do corpo de um paciente. Agora pensam que anticorpos radioactivos podem ser a resposta a esta questão.

Os cientistas americanos e alemães combinaram anticorpos que buscam células infectadas com o HIV com cargas radioactivas que as podem destruir, relatam eles na última edição da revista PLoS Medicine

Harris Goldstein da Escola de Medicina Albert Einstein de Nova Iorque, que liderou a equipa, diz que a nova abordagem pode ser usada para matar as células infectadas com HIV logo após a pessoa ter sido infectada, numa tentativa de impedir que o vírus se instale permanentemente no corpo. 

Este tipo de tratamento poderá ser usado em conjugação com o tratamento químico, conhecido por terapia altamente activa anti-retroviral (HART) mas também pode ser usado muito depois de a pessoa ter sido infectada, talvez em combinação com drogas terapêuticas, ainda em fase experimental, com o objectivo de expulsar o HIV dos redutos onde se esconde e torná-lo mais visíveis para o sistema imunitário.

"Não se trata de uma cura para o HIV", diz Goldstein. "Trata-se de um novo conceito na detecção de células infectadas com HIV e de as eliminar."

Goldstein e a sua equipa testaram a sua abordagem em culturas celulares e em ratos. Primeiro a equipa construiu as suas armas: químicos radioactivos que reconhecem proteínas particulares exibidas apenas na superfície de células infectadas com HIV. Em experiências com culturas de células, os anticorpos mataram a maioria das células infectadas com HIV.

Os investigadores prosseguiram o trabalho testando os anticorpos radioactivos em ratos geneticamente modificados para produzir células imunitárias que o vírus infecta. Os ratos foram infectados com HIV e injectados com anticorpos marcados radiactivamente.

 

A equipa descobriu que os anticorpos eliminaram até 99% das células infectadas pelo HIV do corpo dos ratos, apesar de a dose necessária à eliminação total ser mais elevada do que a provavelmente usada em humanos. Agora, a equipa está a tentar encontrar uma companhia que teste a sua abordagem num teste clínico. 

Ideias semelhantes já foram tentadas anteriormente: toxinas já foram ligadas a anticorpos, por exemplo, na esperança de que as toxinas destruíssem as células infectadas HIV. Não funcionou mas como os anticorpos radioactivos já são usados no tratamento de certos tipos de cancro, os investigadores esperam que a nova abordagem também funcione com o HIV.

"Uma vantagem desta abordagem é já existir grande quantidade de dados já disponíveis sobre radio-imunoterapia para células cancerosas e esta abordagem é uma espécie de terapia do cancro, que pode ser o que se precisa", diz David Margolis, especialista em HIV da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, que não participou nesta nova pesquisa.

As principais questões serão se esta nova abordagem funciona em humanos e se terá efeitos tóxicos colaterais. O principal efeito secundário é provavelmente a morte acidental de células não infectadas com HIV. Os cientistas por trás deste estudo dizem que não verificaram toxicidade em ratos, com base em contagens de plaquetas no sangue dos animais mas só os testes clínicos irão determinar se o mesmo se aplica ao Homem. 

 

 

Saber mais:

AIDS conference blog 2006

Vírus tipo HIV encontrado em chimpanzés selvagens

Cortando o risco de infecção por HIV

Novo tratamento contra o HIV parece prometedor

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2006


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com