2006-10-27

Subject: Sucesso na reprodução de lagartos raros

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Sucesso na reprodução de lagartos raros

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

@ Matt Goetz/Durrell)Os conservacionistas estão a celebrar o sucesso de um programa de reprodução em cativeiro que pretende salvar o lagarto mais raro do mundo da extinção.

Três ovos postos por uma iguana azul da Grande Caimão que foi libertada numa reserva natural na ilha das Caraíbas foram chocados com sucesso.

Desde 2004, 219 iguanas criadas em cativeiro foram libertadas numa tentativa para salvar a espécie criticamente ameaçada, pois a sua população selvagem das iguanas azuis deve extinguir-se no espaço de 10 anos se nada for feito.

"Os animais que foram libertados em 2004 estão a atingir a maturidade sexual", explica Matt Goetz, assistente do chefe de herpetologia do Durrell Wildlife Conservation Trust. Este ano ficámos encantados por descobrir três ninhos no interior da reserva natural."

O fundo sediado em Nova Jérsia é um dos seis parceiros permanentes do Blue Iguana Recovery Programme, que está em acção desde 1990.

O programa liberta iguanas na reserva natural de Salina quando os animais têm entre 2 a 3 anos de idade, ou seja, quando são suficientemente grandes para não serem devorados por cobras.

"Podemos agora confirmar que todos os três ovos num desses ninhos já chocaram, o que marca um passo em frente crucial no assegurar da sobrevivência destes animais", diz Goetz. "Esperamos, se tudo correr bem, que os ovos dos outros ninhos também sigam esse caminho."

 

As iguanas azuis da Grande Caimão Cyclura lewisi estão classificadas como criticamente ameaçadas pela World Conservation Union (IUCN), que na sua Red List refere que a principal ameaça à espécie é a destruição do habitat.

Entre 1993 e 2002, as terras ocupadas pelos lagartos foram reduzidas a metade, levando a um declínio de 80% da população selvagem.

A conversão das tradicionais quintas de produção de fruta para zonas de pasto para o gado, a captura ilegal e a introdução de predadores não nativos como os gatos e cães são alguns dos factores que colocam em risco a sobrevivência da espécie actualmente.

A IUCN diz que uma população selvagem deixada à sua sorte actualmente tornar-se-ia extinta no espaço de uma década, pois estas ameaças não estão controladas e permanecem activas. 

 

 

Saber mais:

Blue Iguana Recovery Programme

Durrell Wildlife Conservation Trust

IUCN Red List

Alarme acerca da sobrevivência de antiga iguana azul

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2006


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com