2006-09-23

Subject: Descoberta forma de medir a energia do coração

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, a Rede Simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

Mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta imensa rede!

 

Em destaque:

Descoberta forma de medir a energia do coração

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Os cientistas descobriram uma forma de medir os níveis de energia dentro das células do coração usando moléculas químicas como as que fazem com que os pirilampos brilhem.

A equipa da Universidade de Bristol que anunciou este avanço científico considera que a descoberta pode eventualmente ajudar na recuperação de ataques ou cirurgias cardíacas. 

Em circunstâncias normais, as células do coração são capazes de obter energia rapidamente mas quando têm que se contrair repentinamente após um período de repouso, como acontece após um ataque cardíaco, há uma carência de energia.

Potencialmente, este desfasamento pode impedir o coração de bater de forma adequada e tornar a situação ainda mais grave, relatam os investigadores na mais recente edição da revista Journal of Biological Chemistry.

Elinor Griffiths e a sua equipe estudaram as mitocôndrias para verificar exactamente o que estava a acontecer no interior das células cardíacas. Para o fazer usaram a proteína luciferase, normalmente encontrada nas caudas dos pirilampos.

A luciferase emite luz em presença de ATP, o que significa que a quantidade de luminosidade podia ser usada como bitola para a quantidade de energia produzida pelas mitocôndrias.

 

Exactamente de que forma as mitocôndrias determinam o abastecimento de ATP para que exista em quantidade adequada não é bem conhecida mas ser capaz de medir de forma directa os níveis de ATP deve ajudar nessa compreensão, comenta Griffiths.

"Já sabemos que durante cirurgias cardíacas os níveis de energia do coração descem porque os cirurgiões têm que parar o coração quando o operam. Eventualmente esperamos descobrir uma maneira de impedir os níveis de descer ou permitir-lhes uma recuperação mais rápida."

Ela refere também que já foram descobertas drogas que podem ajudar a proteger as mitocôndrias de danos e preservar a sua função. "Se conseguirmos colocá-las no coração no momento exacto poderemos proteger as mitocôndrias e pô-las a produzir mais energia."

Peter Weissberg, director médico da British Heart Foundation, financiadora desta investigação, comenta: "Este trabalho está na linha da frente da imagiologia molecular e permite aos cientistas seguir, em tempo real, o que se passa nos níveis de energia no interior das células do coração." 

 

 

Saber mais:

University of Bristol

British Heart Foundation

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2006


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com