2006-03-24

Subject: Subida do nível do mar pode ser catastrófica

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Subida do nível do mar pode ser catastrófica

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

A Terra pode estar a encaminhar-se para uma subida catastrófica do nível do mar nos próximos séculos se os gases de efeito de estufa continuarem a aumentar à taxa actual, alertam os peritos.

Um estudo agora publicado na revista americana Science sugere que um patamar que desencadeie uma subida do nível do mar de vários metros pode estar prestes a ser atingido. Os cientistas utilizaram um período antigo de aquecimento para prever as alterações futuras.

A Groenlândia pode ser tão quente em 2100 como já foi há 130 mil anos, quando o degelo elevou o nível do mar em 3 a 4 metros. A implicação é que a Groenlândia iria, eventualmente, derreter no mesmo grau em resposta ao presente aquecimento.

As descobertas provêm de dois estudos publicados na revista Science por Jonathan Overpeck, da Universidade do Arizona em Tucson. O seu modelo de computador mostra que, para além do degelo generalizado da camada de gelo da Groenlândia, esta taxa de aquecimento também conduzirá ao colapso de cerca de metade da camada de gelo da Antárctida oeste em apenas 500 anos.

A equipa de Overpeck usou modelos de computador para simular o clima de há 130 mil anos, quando a Terra estava ligeiramente mais inclinada no seu eixo que actualmente, logo mais radiação solar atingia as latitudes mais a norte, aquecendo-as.

Os investigadores descobriram que o degelo da Groenlândia pode ter elevado o nível do mar em 2 a 3,5 metros mas também concluíram que a restante água seria proveniente da Antárctida oeste.

Aí não estaria tão quente mas muito mais gelo permanece abaixo do nível do mar. Este facto, acreditam eles, permitiria que as águas mais quentes do oceano e a sua elevação o destabilizasse. 

 

De seguida, os investigadores compararam estes factos com simulações do aquecimento futuro, como forma de descobrir até que ponto seria de esperar uma subida do nível do mar no futuro. Estimam que esta subida pode ultrapassar um metro por século.

"Estes processos de recuo rápido do gelo já estão a ocorrer. Basta algum tempo para termos alguns metros de subida das águas mas o nosso estudo revela que se aquecermos a Terra mais de duas vezes o equivalente aos nível de dióxido de carbono pré-industriais entraremos na zona perigosa", diz Overpeck.

O geocientista Michael Oppenheimer da Universidade de Princeton, comenta o estudo: "O paleoclima tem sempre uma grande quantidade de incerteza mas devemos ter isto em conta de um sério alerta, podemos ficar encurralados num perigoso aquecimento ainda este século."

"Os glaciares da Groenlândia despejam grandes quantidades de água doce no mar, logo as implicações para as alterações climáticas são graves. Acreditamos que mais aquecimento do clima deve acelerar o comportamento de degelo."

 

 

Saber mais:

Science Magazine

The National Center for Atmospheric Research

University of Arizona

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2006


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com