2005-12-21

Subject: Dança apregoa qualidades sexuais

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Dança apregoa qualidades sexuais

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

As mulheres adoram um homem que saiba dançar, não é? Bem, um estudo realizado com voluntários jamaicanos pode explicar este facto, pois os seus resultados sugerem que os homens melhores a dar um passinho de dança também têm mais a oferecer a uma parceira.

Investigadores liderados por William Brown da Universidade de Rutgers em Nova Jérsia filmaram mais de 180 adolescentes a dançar e converteram os filmes para figuras andróginas animadas por computador.

Quando mostraram os dançarinos animados a outros voluntários, os observadores davam melhor pontuação a danças realizadas por pessoas que na realidade tinham corpos mais simétricos e eram, de modo geral, mais atraentes.

O efeito era mais forte para as mulheres que observavam danças masculinas do que para homens a observar mulheres. As danças masculinas tiveram mais pontos, de modo geral, que as femininas, relata a equipa de Brown na última edição da revista Nature.

"Uma surpresa inicial foi o facto de que os homens serem melhores dançarinos que as mulheres, de modo geral. Mas em retrospectiva, devíamos ter previsto isto", diz Brown. 

Dado que as mulheres carregam um fardo mais pesado no que diz respeito à reprodução, é compreensível que elas sejam mais cuidadosas na escolha de um parceiro, diz ele. Assim, os homens podem estar sob maior pressão para ter um bom desempenho na pista de dança.

Um alto grau de simetria, como ter tornozelos de tamanho semelhante e orelhas à mesma altura, é considerado de modo geral com estando relacionado com a qualidade genética global de alguém, pois reflecte um desenvolvimento sem problemas no útero. Estudos anteriores já demonstraram que as pessoas simétricas são geralmente consideradas mais atraentes.

 

Dançar pode ser uma forma de publicitar a simetria corporal, sugere a equipa de Brown. Isto pode explicar porque a dança é um factor comum a quase todos os rituais de corte por todo o mundo, e porque as pessoas simétricas são dançarinos mais sexy.

Clique aqui para ver vídeos de bom e mau desempenho na pista de dança e como foram convertidos para animação. © W. Brown, Rutgers University

Dito isso, não é claro exactamente de que forma as pessoas mais simétricas se tornam adeptas da dança, diz Brown. Talvez a maior simetria permita melhor coordenação e, logo, movimentos mais deslumbrantes. Ou pode ser que as pessoas mais atraentes estão simplesmente mais à vontade na pista de dança, ou seja, acabam por ter mais prática na dança social.

Mas quando os investigadores controlaram o grupo através da auto-estima e da atractividade facial, ainda existia uma forte associação entre a simetria corporal e a capacidade de dança.

Talvez seja, afinal, verdadeiro o velho adágio: algumas pessoas já nascem com ritmo. 

 

 

Saber mais:

Rutgers University Center for Human Evolutionary Studies

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com