2003-12-12

Subject: Encontrado o mais antigo ancestral dos marsupiais

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Encontrado o mais antigo ancestral dos marsupiais

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Um fóssil do tamanho de um rato encontrado na China pode ser o mais antigo ancestral dos modernos marsupiais. A criatura, desenterrada na província de Liaoning estende a linha evolutiva dos marsupiais por mais 50 M.a. 

O espécime está maravilhosamente conservado, mantendo ainda as marcas do revestimento piloso do corpo. Análise das suas patas sugerem que estava bem adaptado a trepar às árvores. 

O Sinodelphys szalayi, como a espécie foi baptizada, viveu na época dos dinossauros, no início do período Cretácico, ou seja, tem cerca de 125 M.a. Este animal tem afinidades com os mamíferos metatérios, categoria que inclui os marsupiais. 

O fóssil está muito completo e bem preservado, fornecendo aos cientistas uma rica visão do período inicial da evolução dos mamíferos, pois até este momento a maioria dos fósseis dessa idade eram apenas fragmentos de dentes e mandíbulas. 

Por esse motivo, sabia-se o que esses mamíferos antigos comiam, mas não se sabia como se deslocavam, por exemplo. As garras do Sinodelphys apresentam proporções semelhantes às dos animais trepadores actuais e são curvas, provavelmente para se agarrar aos ramos. 

Os investigadores propuseram, com base neste fóssil, que a capacidade de trepar às árvores terá iniciado a diversificação dos mamíferos em diferentes tipos, nomeadamente placentários e marsupiais. 

O solo era dominado pelos dinossauros, e dado que muitas mandíbulas de mamíferos primitivos foram encontradas junto de dinossauros carnívoros, é natural que estes animais tenham subido às árvores para evitar a predação. Os autores consideram, ainda, que esta descoberta confirma a teoria de que os ancestrais dos marsupiais divergiram de placentários na Ásia. 

Em 2002, esta mesma equipa já tinha descrito o fóssil mais antigo de placentários, o Eomaia scansoria, descoberto na mesma região da China que o Sinodelphys. No ponto de divergência evolutiva, seria de esperar que os dois tipos de fósseis estivessem geograficamente próximos, referem. 

Esta descoberta mostra que essa divergência ocorreu há não mais de 125 M.a. pois nessa data já podemos distinguir duas formas diferentes. 

 

 

Sinodelphys szalayi

 

 

 

Saber mais:  

Monster marsupial's weight gain

Carnegie Museum of Natural History

Science

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2003


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com