2003-12-01

Subject: Filhotes de gaivota unidos na pedinchice

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Filhotes de gaivota unidos na pedinchice 

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

As crianças que acompanham os pais nas compras de Natal podem aprender com as aves: os juvenis das gaivotas de cabeça preta unem-se na pedinchice para aumentar a probabilidade de conseguirem o que querem. 

Os juvenis colocam de lado as suas divergências e coordenam os pedidos de modo a obter o máximo de comida regurgitada dos progenitores, descobriram investigadores franceses. 

A sabedoria popular já o referia, as crianças deviam lutar umas com as outras pelo maior quinhão de cuidados parentais. Esta competição deveria aumentar com o número de pintos, mas isso não foi o que descobrimos, diz Nicolas Mathevon da Universidade Jean Monnet em Saint-Etienne.

No entanto, as crias também têm que enfrentar os progenitores, que podem querer guardar alguma dessa generosidade para criações futuras. Esta foi a primeira vez que se verificou que os irmãos coordenam os esforços na luta por uma refeição, revela Mathevon.

Observando ninhos de gaivotas a partir de uma plataforma flutuante, Mathevon e a sua colega Isabelle Charrier notaram que a pedinchice diminuía ao mesmo tempo que o número de pintos subia de um para três. Pintos em ninhos mais povoados pediam menos, poupando energia, pois o acto de pedir passava a ser coordenado entre todos. 

A táctica tira partido da atitude do adulto de gaivota de cabeça preta, que ignora um pedinchão em particular e apenas reage ao coro de pedidos vindo do ninho, concluíram os investigadores. Em vez de recompensar o pinto mais barulhento, os progenitores regurgitam comida para o solo, ponto em que a solidariedade entre irmãos se deverá quebrar e se dá um tradicional "cada um por si". 

Em outras espécies, os progenitores entregam comida individualmente, pelo que cada pinto tem que batalhar com os seus irmãos para obter a porção máxima. 

 

Outras Notícias:

Jovens corujas negociam a próxima refeição

 

Os pintos de coruja decidem entre si, quando os progenitores estão fora a caçar, quem irá receber a próxima refeição. 

Ao contrário da maioria das outras aves, os pintos da coruja das torres Tyto alba pedem mesmo quando os progenitores não estão ao alcance desse som. 

Estudando ninhadas de 2 indivíduos, os investigadores forneceram a um pinto mais ratos durante o dia, enquanto a outra não era alimentada. De seguida, mediram de que forma esta diferença de apetite afectava a loquacidade das crias. 

As corujas das torres fornecem comida a cada hora, entregando o rato ou outra qualquer presa a um pinto. Antes da chegada do progenitor com a primeira refeição da noite, os pintos com um parceiro bem alimentado faziam mais barulho do que os que ambos tinham jejuado. 

Em quase todos os casos, o pinto que mais se impunha era o alimentado. Quando os progenitores desapareciam, esse pinto calava-se, enquanto o esfomeado se tornava mais barulhento e acabava por receber a próxima presa. Desta forma, a comida acabava por ser partilhada ao longo da noite. 

Este estudo indica, portanto, que as crias de coruja das torres pedincham umas às outras, além de o fazerem aos progenitores. Decidem, assim, o quanto cada um necessita da próxima refeição, modificando o seu comportamento de acordo. 

Apesar de pedir ser cansativo, pode ser melhor decidir esta competição antes que a comida chegue, reduzindo a possibilidade de violência. 

 

 

Saber mais:  

BirdLife International

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2003


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com