2003-11-30

Subject: Ave extinta das Fidji voa novamente

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Ave extinta das Fidji voa novamente

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Uma pequena ave canora que se julgava extinta há mais de um século foi novamente encontrada e de boa saúde nas ilhas Fidji. Uma equipa da BirdLife International redescobriu a ave Trichocichla rufa após se ter apercebido do canto característico e algo perturbador numa zona montanhosa da ilha. 

A BirdLife revelou que os 12 pares destas aves observados estão a salva, pelo menos por enquanto, no seu remoto reduto na densa floresta. No entanto, as aves estão em risco devido ao desbaste da floresta e à introdução de mangustos na ilha, com o objectivo de caçarem os ratos. 

As aves preferem as zonas de vegetação baixa e densa, e eram conhecidas por aves do espírito (manu kalou) pela população local, talvez devido ao seu estranho canto. 

Apenas 4 espécimes tinham sido capturados entre 1890 e 1894, altura a partir da qual deixou de haver relatos confirmados de avistamentos. Apesar de existirem alguns relatos de avistamentos nos últimos 20 anos, a BirdLife considerava a ave extinta. 

No entanto, após um ano de pesquisas sobre as aves raras das ilhas Fidji, a misteriosa ave reapareceu em Viti Levu, a maior das ilhas do arquipélago. A princípio incrédulos, rapidamente se confirmou que era realmente a ave que se procurava há tanto tempo. 

Após a descoberta inicial, nove pares foram encontrados ao longo de 2 Km de um pequeno ribeiro ladeado por densos arbustos em Wabu, uma área de reserva. Outro par foi posteriormente encontrado numa floresta de corte para madeira. 

 

A BirdLife considera que no local a densidade populacional era especialmente elevada em altitudes entre os 800 e os 1000 metros de floresta virgem. Dois dos pares foram vistos com aves jovens recém saídas do ninho.

Trata-se de uma ave muito reservada, revelam os especialistas, mas agora que se conhece o seu canto podemos localizá-la e proceder a uma avaliação das necessidades de conservação. 

A redescoberta desta ave é um raio de esperança, quanto tantas espécies de aves se extinguem todos os dias nos seus habitats naturais, especialmente as endémicas de pequenas ilhas. Devemos trabalhar para garantir que esta ave não desapareça novamente após se ter tão eficazmente escondido do Homem tanto tempo, comenta um dos investigadores. 

A BirdLife considera que a maioria das florestas de Fidji estão desprotegidas e em risco, devido ao abate de árvores para madeira ou para converter essas terras em plantações de mogno. Numerosos estudos já mostraram que uma floresta degradada não permite a sobrevivência desta e de muitas outras espécies de aves. 

Os mangustos, por seu lado, têm causado a extinção de todas as aves que fazem ninho no solo nas principais ilhas do arquipélago. 

 

 

Saber mais:  

BirdLife International

Birds of Fidji

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2003


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com