2005-07-28

Subject: Estudo sobre vírus aumenta receios de pandemia

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Estudo sobre vírus aumenta receios de pandemia

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Um mapa da evolução dos vírus revelou até que ponto é frequente eles trocarem genes entre si.

O resultado renova o temor de que um vírus particularmente perigoso, como o da gripe das aves, possa obter genes do vírus da gripe humana que o tornem mais transmissível, levando a uma possível pandemia. 

O estudo salienta como é fácil para uma estirpe de gripe evoluir para uma contra a qual não existe vacina.

Os causadores da gripe humana, os chamados vírus A, têm a capacidade de trocar genes quando infectam a mesma pessoa. Este rearranjo pode originar estirpes mais problemáticas porque diferem daquelas que o nosso sistema imunitário aprendeu a reconhecer.

Para investigar com que frequência isto acontece, os investigadores analisaram as sequências genómicas publicadas de 156 estirpes de gripe que circularam no estado americano de Nova York entre 1999 e 2004.

Construíram árvores genealógicas que mostram que estes vírus evoluíram lentamente ao longo do tempo e descobriram que, pelo menos em quatro ocasiões, um vírus recolheu um gene de outro através de rearranjos. Edward Holmes, biólogo do Centre for Infectious Disease Dynamics da Universidade Estadual da Pennsylvania, University Park, e os seus colegas, relata os seus resultados na revista PLoS Biology.

Numa dessas ocasiões a troca de genes resultou numa estirpe particularmente virulenta que atacou Nova York no Inverno de 2003-04. Esta estirpe "Fujian" foi produzida quando um vírus comum no ano anterior obteve um gene de uma estirpe relativamente inofensiva, que já era conhecida há vários anos mas apenas tinha infectado um número reduzido de pessoas.

O gene codifica uma proteína usada pelo vírus para se ligar às células que infecta. A versão desse gene que a estirpe dominante recolheu era muito diferente da que tinha anteriormente, permitindo-lhe apanhar o sistema imunitário, e as vacinas, desprevenido.

 

Os investigadores referem ter encontrado uma variedade de estirpes em circulação em dado momento muito superior à esperada e mais ocasiões em que houve trocas de genes. "Múltiplas linhagens coexistem no mesmo tempo e espaço, e a questão essencial é que estão sempre a trocar genes e a rearranjá-los", diz Holmes.

Alan Hay, director do Centro da Gripe da Organização Mundial de Saúde no Reino Unido considera que o estudo "irá dar-nos uma ideia mais realista da variação e do grau de recombinação".

Hay acrescenta que os investigadores da gripe já têm uma boa ideia de como ocorrem estes rearranjos, devido a estudos que seguiram genes específicos para as proteínas superficiais dos vírus. Mas a pesquisa de Holmes vai bem para além disso, utilizando sequências inteiras do genoma. "Acho que esta análise nos vai ajudar a compreender detalhadamente a evolução do vírus da gripe."

Holmes refere que outros estudos investigando as sequências genómicas dos vírus da gripe das aves nos podem ajudar a compreender se a recombinação é igualmente vulgar nesse tipo de vírus.

Alguns investigadores estão agora a tentar criar estirpes recombinantes em laboratório, usando vírus humanos e de aves, para tentar perceber o que pode ser um vírus pandémico e até que ponto é fácil o seu surgimento. 

 

 

Saber mais:

Center for Infectious Disease Dynamics

Crise da gripe das aves pode ser contida?

Vírus gigante merece designação de "ser vivo"

Ratos revelam o segredo da gripe espanhola

Pandemia eminente com mutações na gripe das aves 

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com