2005-07-02

Subject: Antigo glaciar ameaçado por aquecimento global

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Antigo glaciar ameaçado por aquecimento global

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Cientistas indianos alertaram para o perigo de o antigo glaciar que alimenta o rio sagrado Ganges ir, provavelmente, derreter completamente antes do final deste século.

Segundo os cientistas, o glaciar pode desaparecer ainda mais rapidamente se as alterações climáticas acelerarem por falta de medidas sérias. Segundo eles, o dióxido de carbono com origem nas actividades humanas é certamente o culpado pelo aquecimento verificado neste momento.

Os investigadores estão preocupados porque os glaciares são vitais pela sua contribuição para o fornecimento de água a muitos milhões de pessoas na região dos Himalaias. 

Alguns deles consideram que o efeito do desaparecimento deste glaciar pode mesmo estender-se a milhares de milhões de pessoas numa das áreas mais densamente povoadas do planeta.

No entanto, um outro estudo, realizado pelo Departamento para o Desenvolvimento Internacional (DDI) do Reino Unido, concluiu que esta estimativa deveria estar exagerada pois apenas nas regiões montanhosas os rios dependem essencialmente do degelo. Nas planícies, os rios são alimentados principalmente pelas monções.

Ainda assim, o presidente do Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas, RK Pachauri, referiu em entrevista que as alterações climáticas deverão alterar os padrões de monção, o que, combinado com o degelo do glaciar, pode tornar toda esta população duplamente vulnerável.

Por este motivo, o governo nepalês está a apelar às nações mais ricas para que reduzam as suas emissões de dióxido de carbono. O Nepal já está a sofrer os efeitos do rápido aquecimento nas montanhas, refere o director de hidrologia Madan Shrestra, o volume dos rios locais tem vindo a aumentar devido ao degelo acelerado dos glaciares.

 

Alguns dos glaciares nepaleses já derreteram completamente, transformando-se em lagos. A água permanece represada devido às paredes de resíduos transportados pelo glaciar.

É claro que barragens de rochas glaciares como estas são altamente instáveis, tendo já ocorrido uma derrocada que devastou casas e uma central de produção de energia. O governo nepalês gostaria de descer o nível da água em várias centenas de novos lagos glaciares mas é uma tarefa demasiado cara e não existem fundos disponíveis para a realizar.

O Nepal não está inocente na emissão de dióxido de carbono mas o nepalês médio produz cerca de 5% do dióxido de carbono produzido por um americano médio, por exemplo.

Os activistas nepaleses estão a tentar acções legais contra os países mais ricos para obter compensações pelos danos que estão a causar ao clima, mas esta é uma possibilidade remota. 

Se tudo o mais falhar ainda resta uma outra pequena tentativa: a United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO) está a considerar para breve a inclusão de parte dos Himalaias no grupo de locais considerados Património Mundial, o que, em teoria, tornará os governos que compõem a UNESCO responsáveis por qualquer dano ao ambiente aí ocorrido. 

 

 

Saber mais:

UNESCO - CNU PORTUGAL

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com