2005-05-13

Subject: Rara cria de lince ibérico morre em luta

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Rara cria de lince ibérico morre em luta

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Uma das três crias de lince ibérico, nascidas em cativeiro em Espanha no passado mês de Março, morreu após uma luta com um dos seus irmãos. 

A cria fêmea, Brezina (à esquerda), morreu numa luta com o seu irmão Brezo (ao centro).

A fêmea, baptizada Brezina, morreu e o seu irmão Brezo ficou ferido e está a ser tratado pelo pessoal do parque nacional Doñana, no sul de Espanha. A terceira cria, Brisa, permaneceu com a mãe.

As crias de lince ibérico nasceram como parte de um programa especial de reprodução que devolveu a esperança de proteger a espécie ameaçada de extinção.

A organização conservacionista WWF já alertou para o risco que o lince ibérico corre de se tornar o primeiro felino a extinguir-se desde o tigre dente-de-sabre, possivelmente num prazo de cinco anos, a não ser que se haja rapidamente.

Um comunicado do ministro do ambiente espanhol refere que a cria ferida não será devolvida ao cercado onde se encontra a sua mãe enquanto recupera. As crias estão a começar a comer alimentos sólidos, logo não é essencial a presença da mãe, Saliega.

Os peritos dizem que as lutas entre crias irmãs são comuns. Neste caso, as crias estavam a brincar quando as duas maiores se tornaram demasiado agressivas, refere o comunicado. 

A mãe apercebeu-se do que se passava e tentou separá-los mas tudo aconteceu demasiado depressa e era já tarde demais. Pensa-se que a cria mais fraca tenha morrido após ter sido mordida no pescoço.

 

Factos sobre o lince ibérico
Criticamente ameaçado, este felino mede entre 75 e 100 cm de comprimento, 70 cm de altura e pesam até 18 Kg. 

Alimenta-se de principalmente coelhos selvagens mas também de outros pequenos mamíferos  e aves.

O ministério, as autoridades locais da Andaluzia e o programa de procriação em cativeiro de linces lamentam o incidente mas consideram-no um risco típico do trabalho com animais, que têm as suas próprias regras.

"É preferível correr este tipo de risco do que manipular o comportamento natural dos animais", consideram eles. "Qualquer tratamento invasivo para o lince poderia causar sérios riscos ao desenvolvimento do programa e à reintrodução futura das crias aqui nascidas."

O efectivo do lince ibérico sofreu um declínio dramático, de cerca de 100000 no início do século XX para cerca de 100 animais na natureza actualmente. A construção de barragens, os atropelamentos, a caça e o declínio do coelho selvagem são os principais responsáveis pela ameaça à sobrevivência desta espécie. 

 

 

Saber mais:

WWF

Ministério do Ambiente espanhol

Lince Ibérico condenado?

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com