2005-05-08

Subject: Alterações climáticas: um problema elefantino

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Alterações climáticas: um problema elefantino

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

As alterações climáticas são uma ameaça maior à sobrevivência dos elefantes, tigres e rinocerontes que a caça furtiva, alerta Richard Leakey. O aquecimento global, combinado com a redução dos habitats, pode extinguir esses animais a mito breve prazo.

Leakey participou num seminário realizado pela pela Universidade de Stony Brook, perto de Nova York, onde apelou à criação de um novo fundo global para a protecção da vida selvagem. O antigo director dos Serviços de Protecção da Vida Selvagem do Quénia acredita que é necessária uma acção concertada num prazo máximo de cinco anos.

Milhões de dólares são gastos todos os anos em programas de conservação de espécies como o elefante, tigre e rinoceronte e na sua protecção contra a caça furtiva, principalmente em áreas protegidas mas Leakey acredita que este pode ser um dinheiro deitado fora.

"Gastamos muito dinheiro a tentar controlar a caça furtiva mas qual é a vantagem disso se o que queremos proteger está condenado na mesma", diz ele. "Se a preocupação são as espécies simbólicas, acho que há uma ameaça bem mais importe nas alterações climáticas que na utilização e na caça furtiva desses animais."

A previsão dos impactos regionais das alterações climáticas não é uma ciência exacta, mas em África, lar de cinco dessas espécies simbólicas - elefantes, leões, rinocerontes, leopardos e búfalos -, os modelos informáticos prevêem que as áreas secas se tornarão ainda mais secas e quentes.

Na era pré-industrial, os animais ameaçados por estas alterações poderiam simplesmente migrar para zonas mais favoráveis mas o desenvolvimento associado à colonização humana impede actualmente essa solução.

"As áreas protegidas são agora ilhas", explica Leakey. "A vida selvagem está basicamente encurralada em zonas rodeadas por mar, não de água, mas de desenvolvimento humano. Mas se as alterações climáticas ocorrerem como previsto, o que vai acontecer a essas áreas? Paleontologicamente, sabemos que a fauna de ilhas se extingue."

 

Como parte de um esforço para encontrar soluções, Leakey reuniu e participou num seminário de três dias ao mais alto nível, realizado na Universidade de Stony Brook, onde é professor convidado.

Aí tentará convencer representantes de organizações como o World Bank e o United Nations Environment Programme (UNEP) de que devem estabelecer um novo fundo de cerca de $100 milhões para a investigação deste tema, de forma a que se descubram formas de proteger a fauna selvagem das alterações climáticas.

"Desde há muito que me tenho preocupado com o facto de que, enquanto se debate as alterações climáticas e o seu impacto no futuro da sociedade e agricultura humana, muito pouco tem sido feito para analisar o impacto desta situação sobre as áreas protegidas de todo o mundo", diz ele.

"Penso que podemos muito bem estar a enfrentar uma extinção em massa, e a questão é: o que podemos fazer para o impedir? Existem formas alternativas de utilização do solo que poderíamos implementar e que fossem aumentar a probabilidade destes ecossistemas sobreviverem à era das alterações climáticas?"

"Será que existem coisas que possam ser feitas artificialmente e que tornariam menos provável a extinção? Existem muitas pessoas, em todo o mundo, com muitas ideias sobre este tema, mas ninguém parece estar a fazer uma abordagem coordenada da questão. É esse o meu objectivo", conclui ele.

 

 

Saber mais:

Kenyaweb

Kenya Wildlife Service

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com