2005-04-23

Subject: Aquecimento global ameaça caribus

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Aquecimento global ameaça caribus

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.org

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Poderia parecer que as temperaturas mais amenas iriam aliviar os caribus que vagueiam pelo Alaska mas o aquecimento global pode estar a ter um efeito negativo nestes resistentes animais. O número de caribus de uma das quatro manadas do Alaska desceu de 187000 animais em 1989 para 120000 actualmente.

O declínio, sugerem os cientistas, pode estar relacionado com o clima mais quente. Os caribus têm agora que lutar com mais mosquitos e mais neve, todos causados pelas alterações climáticas.

"O caribu é capaz de lidar com temperaturas baixas", diz Steve Arthur, biólogo do Alaska Department of Fish and Game em Fairbanks. "Mas o tempo quente e a actividade dos insectos interferem com a sua capacidade de obter alimento, reduzindo a sua energia e as probabilidades de sobreviverem ao Inverno."

Muitos cientistas questionam-se se os organismos podem evoluir com suficiente rapidez para acompanhar as alterações climáticas. Alguns sugerem que mesmo a mais insignificante subida de temperatura pode significar a diferença entre a vida e a morte para muitos animais.

Não há dúvida que o planeta está a aquecer, ao longo do último século a temperatura média subiu cerca de 0,6ºC. A maioria dos cientistas acredita que o aquecimento se deve principalmente ao aumento da concentração de dióxido de carbono na atmosfera.

O Alaska está na linha da frente em relação às alterações climáticas. Um relatório mostra que a temperatura subiu entre 2,2 a 3,9ºC em algumas partes do estado americano nos últimos 50 anos.

A população total de caribus no Alaska é de 700000 a um milhão de animais. A manada Porcupine, que tem vindo a ser seguida por Arthur, percorre a zona de fronteira com o Canadá e teve o número máximo de indivíduos em 1989. Desde então, o seu efectivo tem declinado a uma taxa de 3% ao ano.

O clima mais ameno pode mesmo ter levado a um aumento do sucesso reprodutor para os caribus, pois as crias nascem em Junho, quando a neve desapareceu e a vegetação é abundante. As temperaturas mais elevadas significam que a vegetação surge mais cedo, ajudando a alimentar os juvenis.

 

No entanto, o surgimento antecipado da vegetação também significa que o nível máximo de nutrientes também acaba mais cedo e se os caribus não obtiverem alimentos ricos em quantidade suficiente podem não conseguir sobreviver às privações do Inverno.

O declínio da manada Porcupine parece relacionado com o aumento de mosquitos e de queda de neve associado ao aquecimento global. Fotografia @ studios Foundation

"A quantidade total de comida não se altera", diz Arthur. "Apenas ocorre um deslocamento no tempo, o que não ajuda o caribu a longo prazo."

O clima mais quente também pode provocar um maior período de procriação para os mosquitos. Para escapar aos crescentes enxames de mosquitos, as manadas têm que se deslocar para as escarpas rochosas onde o pasto é pobre, despendendo energia preciosa e obtendo ainda menos.

A subida das temperaturas também traz mais precipitação e mais neve, que não só enterra os alimentos mais fundo, como também dificulta a fuga dos predadores. Arthur já alertou para o facto de os caribus estarem cada vez mais vulneráveis às grandes tempestades. "É possível que estejamos num patamar limite, a partir do qual os caribus já não consigam recuperar dos eventos naturais", diz ele.

 

 

Saber mais:

Aquecimento global perturba ecossistemas americanos

Desaparecimento de lontras do Alaska um mistério

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com