2005-04-17

Subject: Clonado garanhão campeão

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the Wild

Este boletim é mantido por simbiotica.org, uma rede simbiótica de Biologia e Conservação da Natureza

mantenha-se informado das últimas novidades e troque ideias com todos os que fazem parte desta rede!

 

Em destaque:

Clonado garanhão campeão

 

  Questões ou comentários para: webmaster@simbiotica.pt

Dê a rede simbiotica.org a conhecer a um amigo!!

Pieraz (AFP)
o garanhão Pieraz-Cryozootech é descrito como alegre e activo

Foi anunciado pelo cientistas o nascimento do segundo cavalo clonado do mundo. O potro é uma cópia do campeão mundial de resistência, de nome Pieraz, um animal que foi castrado em jovem e era, obviamente, incapaz de se reproduzir normalmente.

Toda a investigação que conduziu a este resultado foi conduzida pelos laboratórios de engenharia genética Cryozootech de Evry, França, e LTR-CIZ de Cremona, Itália, onde o potro está actualmente.

O primeiro cavalo clonado do mundo, baptizado Prometea, já tinha sido produzido pelo mesmo grupo de cientistas, em 2003. O novo clone, o garanhão Pieraz-Cryozootech, nasceu a 25 de Fevereiro com um peso de 42 Kg.

O clone não terá uma vida de competição como o seu "pai" mas ganhará a vida produzindo novas gerações de cavalos.

Pieraz, o dador do material genético usado para criar o potro, alcançou o topo da sua disciplina equestre em 1994 e 1996. É propriedade da família Kanavy de Fort Valley, Virginia, nos Estados Unidos.

Em 2002, Valerie Kanavy ouviu falar da clonagem e ficou imediatamente entusiasmada com a possibilidade do seu campeão transmitir as suas qualidades a gerações futuras, apesar de estar castrado.

Ainda não se tinha produzido nenhum cavalo clonado quando ela permitiu que fosse realizada uma biópsia a Pieraz e que a amostra de tecido fosse conservada em azoto.

"O cavalo original é um campeão com um registo excepcional, mas como tinha sido castrado não tínhamos possibilidade de obter descendência", diz o professor Galli da LTR-CIZ. "Nestes casos, os melhores cavalos são precisamente os que nunca irão procriar, logo nunca contribuem para o progresso genético das linhagens. O que fizemos permite ultrapassar esse problema, em dois ou três anos teremos um garanhão reprodutor."

 

Nas corridas de resistência os cavalos correm a velocidades controladas durante muitas dezenas de quilómetros. O desporto é imensamente popular a nível mundial, mas com uma presença especialmente forte nos Emirados Árabes Unidos, onde os cavalos são conhecidos pela sua estamina.

Prometea (PA)
o clone Prometea actualmente (à frente)

Actualmente, as regras internacionais não permitem a inseminação artificial, ou qualquer outro tipo de tratamento de fertilidade, na produção de cavalos puro-sangue de corridas.

Esta situação não tem grande impacto nas corridas vulgares pois raramente os cavalos são castrados. Os melhores garanhões e éguas são enviados para procriação no final das suas carreiras e dão origem à próxima geração de cavalos campeões.

Mas os proponentes da clonagem dizem que a tecnologia de cópia pode ser muito útil nos desportos em que os animais são quase sempre castrados numa idade muito precoce e não são capazes de se reproduzir normalmente.

A Cryozootech tem um banco de material genético de mais de 30 cavalos que se mostraram acima da média nas várias disciplinas equestres, como os saltos ou a "dressage".

 

 

Saber mais:

Cryozootech

LTR-CIZ

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ simbiotica.org, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com