2005-03-23

Subject: Dados sobre jaguares da Flórida questionados

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,              para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Dados sobre jaguares da Flórida questionados

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@sapo.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

Criticado por um denunciante, o Fish and Wildlife Service americano acabou por reconhecer que tinha cometido grandes erros na aplicação da ciência para a preservação dos ameaçados jaguares do estado da Flórida.

A agência governamental responsável pela gestão e protecção do património faunístico americano reconheceu pelo menos três violações da lei de 2000, implementada com o objectivo de garantir a qualidade dos dados utilizados pelo governo.

As violações envolveram a produção de documentos baseados em assunções sem bases credíveis sobre o habitat de uma das espécies animais mais raras do mundo.

Steve Williams, o director que deixará brevemente o cargo na agência, teve nestas conclusões uma das suas últimas decisões, baseando-se numa investigação realizada por três funcionários do Departamento do Interior.

Dan Ashe, o conselheiro chefe para a área da ciência e membro do painel de investigação, refere que a agência dependeu em demasia de dados recolhidos a meio da manhã para estabelecer o raio de acção e o território dos jaguares. Os jaguares são mais activos ao amanhecer e ao lusco-fusco. A agência irá agora proteger uma maior variedade de habitats, ainda que não aumente a sua área total.

"Acho que o serviço foi muito lento a responder às alterações da biologia", diz Ashe. "Os documentos produzidos não representam rigorosa e completamente os requisitos a nível de habitat dos jaguares da Flórida."

Há cerca de 5 anos, antes da queixa ter sido apresentada, a agência tinha começado a repensar as suas ideias sobre o habitat dos jaguares através de um grupo de estudo, disse Sam Hamilton, director regional da agência em Atlanta. Segundo ele, actualmente considera-se que o jaguar utiliza um "mosaico de habitats" e não apenas floresta.

Devido a isso, diz Jay Slack, director dos serviços ecológicos do Sul da Flórida em Vero Beach, a agência vai expandir a protecção a habitats tão variados como pradaria, zonas húmidas, pastos e zonas de cultivo de cereais, onde outros animais se alimentam. "Não se trata apenas de quantidade de área mas da sua qualidade", diz Slack.

 

Os funcionários não quiseram afirmar que o biólogo da agência Andrew Eller, despedido em Novembro passado da delegação de Slack, tinha sido vingado. Eller apresentou uma denúncia contra a agência, acusando-a de usar dados errados para aprovar planos de desenvolvimento imobiliário em habitats de jaguar.

Eller e o grupo Public Employees for Environmental Responsibility (PEER) processaram a Fish and Wildlife em Maio passado, de acordo com a Data Quality Act. Jeff Ruch, director da PEER, sente-se "por um lado gratificado mas ainda assim triste por ver que a agência persiste no despedimento do biólogo que agora reconhecem ter razão".

Ruch teme que as correcções aos dados falsos e incorrectos possam não ser feitas a tempo de impedir cerca de 30 mega-projectos na zona. Já para Hamilton trata-se de "um enorme e descabido exagero, porque esses projectos teriam sido aprovados mesmo com outro tipo de dados".

O governo americano criou o Florida Panther National Wildlife Refuge em 1989. Em conjunto com outras medidas, esse facto permitiu aos jaguares quadruplicar o seu efectivo populacional ao longo dos últimos 25 anos. No entanto, isso ainda assim apenas significa 80 a 90 adultos e uma dúzia de juvenis, estima a agência.

O efectivo reprodutor é ainda mais baixo, estimando-se em menos de 50 animais, o mínimo exigido para a manutenção da população na zona. Quase metade do habitat de jaguar situa-se em propriedade privada e estende-se ao longo de vários condados do sudoeste da Flórida. 

 

 

Saber mais:

Fish and Wildlife Service

Florida Panther Net

National Wildlife Federation

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com