2005-03-14

Subject: Proteste contra o massacre de focas no Canadá

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,              para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Proteste contra o massacre de focas no Canadá

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@sapo.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

No dia em que representações diplomáticas do Canadá em mais de 50 cidades em 22 países em todo o mundo vão ser alvo de protestos de organizações de defesa dos direitos dos animais contra o massacre das focas promovido pelo Governo do Canadá, a ANIMAL promove também o protesto em Lisboa, ajudando a lançar boicote internacional ao turismo e a todos os produtos do Canadá.

Hoje, 15 de Março, a ANIMAL juntar-se a organizações de defesa dos direitos dos animais e ambientalistas de todo o mundo para assinalar o Dia Internacional Contra o Massacre das Focas no Canadá. Decorrerão protestos similares frente a embaixadas e consulados deste país em todo o mundo. 

Integrada nesta coligação internacional de organizações que se opõem ao massacre extremamente cruel e injustificável de cerca de 300 mil focas entre 15 de Março e 15 de Maio deste ano (uma repetição dos acontecimentos do ano passado e uma antecipação da terceira fase, prevista para o próximo ano), a ANIMAL promove hoje uma acção de protesto frente à Embaixada do Canadá em Lisboa (Av. da Liberdade, n.ºs 198-200), entre as 12h30m e as 13h30m. 

Ao longo de todo o dia, serão também enviados continuamente telefonemas, faxes e e-mails de pessoas de todo o país, complementando desta forma os protestos de rua.

Inteiramente vestidos de branco mas manchados de sangue de caracterização, representando o branco das focas e da neve sobre a qual cai o sangue das vítimas deste massacre horrendo, activistas da ANIMAL denunciarão o envolvimento activo e declarado do Governo do Canadá na morte chocante e violenta de focas com poucos dias ou quanto muito semanas de idade, que, indefesas e em pânico, tentam fugir de caçadores armados de paus e caçadeiras.

Junte-se a nós, hoje 15 de Março às 12h30m, vestido de branco ou com um lençol branco, frente à Embaixada do Canadá em Lisboa, neste protesto contra o massacre de focas bebés.

Se não puder estar presente em pessoa, inunde a central da Embaixada do Canadá em Lisboa, usando os telefones 21 316 46 00 e/ou 21 316 46 51, os faxes 21 316 46 93, 21 316 46 95 e/ou 21 316 46 92, ou os endereços de e-mail lsbon-cs@dfait-maeci.gc.ca e lsbon-ag@dfait-maeci.gc.ca, com uma mensagem simples mas clara: “Parem o massacre das focas no Canadá, ou enfrentem os protestos mundiais e o boicote internacional aos produtos canadianos e turismo no Canadá”.

"A caça comercial de focas no Canadá é o maior e mais cruel massacre de animais marinhos no nosso planeta”, declarou Miguel Moutinho, Director Executivo da ANIMAL. “Todos os anos, centenas de milhares de focas bebés são mortas à paulada e a tiro, sendo retirada a pele a muitas destas focas quando ainda estão vivas e conscientes, agonizando numa morte horrível”. 

 

Um painel independente de veterinários de vários países que estudou a caça comercial de focas concluiu que até 42% das focas examinadas teriam sido esfoladas vivas e conscientes.

As sondagens deixam claro que a maioria dos canadianos, americanos e europeus quer ver o fim definitivo da caça comercial às focas, levando a que governos de todo o mundo tomem posição acerca deste assunto. 

No dia 2 de Fevereiro, cerca de um quarto dos Senadores dos EUA apoiaram uma resolução que apelava ao Governo canadiano que proibisse este massacre. No Reino Unido, 130 Deputados do Parlamento assinaram uma moção que apelava ao governo britânico que proibisse a importação de todo o tipo de pele de foca. Também o governo belga proibiu recentemente a importação e comércio de pele de foca e o governo italiano aprovou uma resolução anunciando a sua intenção de lhe seguir o exemplo.

Muitas organizações vão lançar, neste Dia Internacional Contra o Massacre de Focas no Canadá, um boicote internacional ao turismo e a todos os produtos de empresas canadianas. “Se a caça às focas não terminar, juntar-nos-emos a uma poderosa rede de organizações que lançará um boicote internacional aos produtos canadianos e até ao turismo neste país”, afirma Artur Mendes, presidente da ANIMAL.

A caça às focas é uma actividade conduzida pela indústria da pesca comercial da costa este do Canadá. O argumento central que utilizam para justificar esta prática é o impacto negativo que as focas nos stocks pesqueiros. Contudo, estudos científicos mostraram que a depauperação dos stocks se deve, na verdade, à pesca excessiva da mesma indústria que se queixa da sua falta.

O massacre das focas bebés é não só cruel e chocante mas também ecologicamente perigoso, uma vez que o aquecimento global e as alterações climáticas estão a afectar drasticamente o habitat destes animais, o que pode, em conjunto com a morte de um milhão de animais em apenas três anos, levar à sua extinção.

 

 

Saber mais:

Associação Animal

International Fund for Animal Welfare

ProtectSeals.org

Boycott-Canada.com

Canadá completa primeira etapa da caça à foca

Canadá a postos para a maior caçada à foca

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com