2003-09-25

Subject: Instituto de Conservação da Natureza????

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do Boletim Informativo Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Instituto de conservação da natureza ???

 

Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Ajude a espalhar a mensagem e envie este boletim aos amigos!!

O programa Planeta Azul, transmitido na R.T.P., tem revelado numerosas situações graves relacionadas com a conservação da natureza em Portugal, revelando que este canal pode realmente proporcionar um serviço público de televisão.

Na passada segunda-feira, dia 22, o tema abordado foi o comércio e a posse ilegais de espécies animais selvagens e/ou ameaçadas. Este é um negócio que movimenta milhões de euros e é uma das principais causas da perda de biodiversidade a nível mundial. 

No nosso país a entidade que controla estas acções ilegais é o Instituto de Conservação da Natureza (ICN), mas o comércio é bem sucedido e relativamente fácil, e muitas pessoas detêm animais à margem da lei.

Numa tentativa de mostrar a sua eficácia nesse combate, uma operação de apreensão de animais ilegalmente mantidos foi filmada. A operação ocorreu em Julho num mini-zoo ilegal nos Açores, onde se deveria proceder ao resgate de vários felinos – duas leoas, um tigre, um casal de pumas e uma pantera negra - e foi uma verdadeira catástrofe, revelada agora perante a incredulidade geral. 

Logo desde o início o próprio ICN actuou de forma ilegal com os alegados técnicos a utilizarem sedativos que só poderiam ser administrados por veterinários, sem qualquer critério e sem se aperceberem dos sintomas que indicavam a sobredosagem utilizada. Os felinos foram depois colocados em jaulas e levados para um local onde deveriam esperar, dentro das jaulas, dois dias pelo veterinário e mais três dias pelo barco que os levaria para Lisboa. Acontece que logo na primeira noite o tigre morreu e foi levado “às escondidas” para um matadouro. Depois as leoas também acabaram por morrer. A sobredosagem acompanhado das condições débeis dos animais terá sido uma fórmula fatal, que talvez não tivesse ocorrido com a presença do veterinário.

Neste caso ficou também em causa o Jardim Zoológico de Lisboa, que terá vendido ilegalmente os animais ao proprietário do mini-zoo açoriano, apesar de afirmarem que tiveram autorização do ICN para o fazer.

Saber mais:     

Instituto de Conservação da Natureza   

Tráfico de animais selvagens   

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo?? Faça a sua subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2003


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com