2005-02-15

Subject: Protocolo de Kyoto prestes a entrar em vigor

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,              para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Protocolo de Kyoto prestes a entrar em vigor

 

  Questões ou comentários para: biologia@sapo.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

O protocolo de Kyoto, cujo objectivo é abrandar os efeitos do aquecimento global, vai entrar em vigor hoje, quarta-feira 16 de Fevereiro. 

A maioria dos países industrializados ratificaram o tratado, prometendo cortar as emissões de gases de efeito de estufa. Um total de 141 países assinaram o acordo, mas os Estados Unidos e a Austrália abstiveram-se de o fazer, invocando razões económicas.

O tratado internacional entra em vigor 90 dias após a crucial decisão da Rússia de o ratificar em Novembro de 2004.

A entrada da Rússia foi vital pois, para o tratado ser reconhecido, teria que ser assinado por nações que sejam responsáveis por pelo menos 55% das emissões de gases de estufa. Este objectivo só foi alcançado com a entrada da Rússia.

O protocolo, que se torna um tratado legalmente vinculativo às cinco horas da manhã (hora de Lisboa) de 16 de Fevereiro de 2005, exige a 5,2% de reduções nas emissões de gases de efeito de estufa pelos países industrializados (como um todo) até 2012. Cada país recebeu os seus objectivos próprios, de acordo com o seu nível de poluição.

Países em vias de desenvolvimento, como a China e a Índia estão fora desta rede, facto apontado pelo presidente americano George W. Bush quando abandonou Kyoto, uma das suas primeiras intervenções após ser eleito em 2001.

"Os países que estão fora do tratado dizem que irão tomar medidas próprias de prevenção contra as emissões de gases de efeito de estufa mas tenho sérias dúvidas que elas funcionem", diz o ministro dos negócios estrangeiros japonês Nobutaka Machimura. "Queremos continuar a instá-los a juntar-se ao protocolo."

Os ambientalistas planeiam organizar protestos em todo o mundo, incluindo Kyoto, para assinalar a entrada em vigor do tratado, muitos deles tendo como alvo os Estados Unidos.

 

A principal cerimónia que assinala a entrada em vigor do protocolo de Kyoto irá realizar-se na antiga capital japonesa, onde se chegou a acordo pela primeira vez em 1997. Entre os diversos oradores, inclui-se a vencedora do Prémio Nobel da Paz Wangari Maathai.

Maathai, uma ecologista convicta e secretária de estado do ambiente do Quénia, considera que o protocolo de Kyoto exige não apenas um esforço por parte dos governos e industrias mas também uma alteração no modo de vida das pessoas.

"Uma das razões porque alguns países não querem apoiar o protocolo de Kyoto é exactamente porque não querem reduzir o seu estilo de vida baseado no excesso de consumismo", diz Maathai, a primeira mulher africana a vencer o Prémio Nobel da Paz. "Uma forma de reduzir esse excesso de consumo é aprender a reutilizar muitos dos recursos que actualmente deitamos fora."

Mas mesmo para os países que assinaram o protocolo de Kyoto, alcançar os objectivos que são propostos pode ser complicado. 

O Canadá, por exemplo, um dos primeiros signatários do tratado, não tem um plano claro para alcançar o seu objectivo de cortes nas emissões de gases de efeito de estufa. Na realidade, em vez de se terem reduzido, as emissões canadianas continuaram a crescer, aumentando 20% desde 1990.

Também o Japão não sabe bem como cumprir as exigências legais de reduzir as emissões em 6% dos níveis de 1990 até 2012. "O Japão vai fazer um esforço para respeitar as normas do protocolo", diz Takashi Omura, funcionário do ministério de ambiente japonês. "Não será nem fácil nem inultrapassável." 

 

 

Saber mais:

Aquecimento global e alterações climáticas- que futuro para o planeta?

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2005


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com