2004-12-20

Subject: Floresta húmida da Costa Rica em risco

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,             para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Floresta húmida da Costa Rica em risco

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

 

Cresce a preocupação sobre o futuro de um projecto pioneiro de ecoturismo na Costa Rica, a reserva de floresta tropical húmida de Monteverde, nas montanhas do noroeste do país.

Fundada por Quakers norte-americanos, Monteverde é considerada uma das mais importantes reservas naturais do mundo pela sua variedade de espécies animais e vegetais.

De certa forma, a reserva pode ser vítima do sucesso da Costa Rica, pois é considerada apenas uma questão de tempo até que o último segmento da estrada que liga San José, capital da Costa Rica, à cidade mais próxima da reserva (a apenas 12 Km) esteja pavimentada. Nesse momento, a viagem a partir de San José será reduzida de 5 horas para cerca de 2 horas, e o número de turistas na zona pode passar dos actuais 250000 para 500000.

Mas nem todos os turistas irão para a reserva natural. Tem havido uma crescente procura pelo turismo de aventura em Santa Elena, onde as únicas opções até agora tinham um objectivo didáctico e causavam pouca perturbação. Visitantes que optem pelo Canopy Tour, por exemplo, usam uma linha de rapel e deslocam-se a grande velocidade através das copas das árvores, apesar de fora dos limites do parque.

Fauna e flora de Monteverde
Fiery-throated hummingbird (Panterpe insignis) (Photograph by Brett Cole/www.wildnorthwest.org)
  • 500 espécies de borboletas
  • 120 espécies de répteis e anfíbios
  • 500 espécies de árvores
  • 2500 espécies de plantas rasteiras
  • 100 espécies de mamíferos
  • 400 espécies de aves

A densa comunidade de turistas, alertam os ambientalistas, coloca em risco o equilíbrio climático e geográfico que torna Monteverde, conhecida por floresta das nuvens devido ao nevoeiro quase permanente que a cobre, tão única.

A floresta está repleta de vida, pois as terras altas de Tilaran, onde se localiza, está na divisão do continente. Como resultado, a chuva é constante, mantendo a floresta húmida e luxuriante, como o seu nome diz.

Não menos importante é o facto de ser uma das apenas doze florestas tropicais húmidas primárias que restam no mundo, ou seja, contém árvores que nunca foram cortadas.

Danilo Zamora, presidente da associação para o desenvolvimento de Monteverde, admite que o aumento de visitantes que resultará da construção da estrada irá causar grande pressão sobre as infrastructuras e serviços locais, pois Santa Elena não tem estação de tratamento de resíduos ou força policial.

"No entanto", diz Zamora, "sou um representante da cidade e não dos turistas. Para Santa Elena, ter uma estrada de terra significa que tudo é mais caro: materiais de construção, comida, manutenção de carros e autocarros, etc. Levamos muito tempo a transportar um doente ou uma mulher grávida ao hospital, o que é muito perigoso."

Ainda assim, os donos dos hotéis, que temem uma perda de negócio, e alguns defensores do ambiente como a organização Friends of the Earth na Costa Rica, acreditam que com uma estrada pavimentada o tipo de turista irá mudar.

 

Edward Thompson, dono do Hotel Al Tardecer em Santa Elena, avisa: "Com uma estrada pavimentada, muitos turistas virão fazer excursões de um dia, só para almoçar e espezinhar a nossa floresta. De seguida vão-se embora, deixando nada. Não pudemos permitir que Monteverde se torne outra Cancun (a estância balnear no México que se tornou sinónimo de turismo em massa)."

"Estamos num ponto crítico", acrescenta Thompson. "De modo geral, o governo precisa de fazer muito mais para proteger o ambiente. De outra forma, vamos matar a galinha dos ovos de ouro."

Mas Zamora e Ricardo Rodriguez, director de da reserva de Monteverde, pertencente e gerida pelo Centro Científico Tropical (CCT), uma organização costa-riquenha não-governamental, estão ambos confiantes que a pavimentação da estrada não irá prejudicar a reserva. Usam vários argumentos:

  • a reserva é propriedade privada;

  • não foram construídos hotéis perto da entrada do parque;

  • há regras que limitam o número de visitantes a 160 pessoas;

  • não existem planos (por enquanto) para acrescentar mais trilhos e alojamentos no parque, que representam actualmente menos de 5% do total da área do parque. 

No entanto, Gabriel Rivas da Friends of the Earth diz: "Com mais turistas, a tentação de fazer mais dinheiro será muito forte."

Nestas circunstâncias, ele diz: "A saúde da floresta tropical húmida irá depender dos gestores do parque permanecerem convictos em relação à limitação de visitantes. Também irá depender da quantidade de poluição do ar causada pelo maior número de pessoas a conduzir até Santa Elena quando a estrada estiver pavimentada."

 

 

Saber mais:

Cloud Forest Alive

Tropical Science Centre

Friends of the Earth Costa Rica

Wild Northwest Photography

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com