2004-12-13

Subject: Tigres em perigo por parte dos caçadores de porcos selvagens

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,             para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Tigres em perigo por parte dos caçadores de porcos selvagens

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

 

Tigres, leopardos, ursos e outros animais raros e ameaçados estão em risco de ser apanhados no meio de uma caçada indonésia aos porcos selvagens, alertam os conservacionistas. 

Eles temem que os caçadores, que se encontraram a 12 de Dezembro perto de um santuário de tigres, possam matar alguns dos animais protegidos. Acreditam que duas crias de tigre, cujas peles foram apreendidas recentemente no distrito, foram mortas por pessoas que caçavam porcos.

O tigre de Sumatra está listado pela World Conservation Union como criticamente ameaçado, restando menos de 400 animais na natureza.

A organização conservacionista inglesa Fauna and Flora International (FFI), diz que a associação de caça ao porco selvagem planeia levar mais de mil pessoas e cães para uma área adjacente a um dos mais importantes santuários de tigres do mundo.

Apesar de a área designada para a caçada ser fora das fronteiras do Parque Nacional Kerinci-Seblat na ilha de Sumatra, a FFI considera que o evento irá colocar em perigo tigres, gatos dourados asiáticos, panteras nebulosas, tapires malaios, ursos malaios e pelo menos quatro espécies de veados.

A associação Porbi espera não só organizar uma vasta caça ao porco selvagem mas também uma demonstração do chamado "baiting", onde cães são atiçados contra os porcos, tudo durante um festival no distrito de Kerinci para promover a área como destino de eco-turismo.

Rusdi Fachrizal, um conservacionista de Sumatra que trabalha na conservação do tigre em Kerinci, refere: "Não estamos nada felizes com tudo isto. O caso das duas crias de tigre mostra que os caçadores de porcos estão a operar com total desrespeito das regras e sem controlo de qualquer forma."

"Não nos parece que uma gigantesca caçada ao porco e "baiting" organizado sirva para desenvolver o turismo de natureza em Kerinci. Enquanto os grupos de caçadores não forem supervisionados e não operarem dentro das regras, são uma ameaça para todos os animais raros dentro e em volta do parque nacional." 

A FFI revelou que as peles das duas crias, que eram irmãs, foram apreendidas recentemente numa operação conjunta do parque nacional e da polícia do distrito de Kerinci.

 

Agiram com base numa informação fornecida por um dos investigadores infiltrados, trabalhando sob a alçada da equipa de protecção dos tigres do parque.

A FFI revelou que o exame das peles mostrou que as crias morreram chacinadas brutalmente por cinco ou mais homens armados com lanças e machetes. Estes ferimentos são consistentes com o tipo de morte levado a cabo por caçadores de porcos. Uma testemunha ocular da matança confirmou que tinha realmente sido o que se tinha passado.

Tiger cub skins   Debbie Martyr/FFIAs peles tinham sido escondidas na casa de um agente da polícia de Kerinci e estavam à venda no mercado negro por € 600 cada.

O tigre de Sumatra é o mais pequeno das seis subespécies sobreviventes de tigre. Os animais estão em risco devido à caça furtiva pelas suas peles e partes de corpo usadas na medicina tradicional chinesa, bem como pela perda de habitat.

Estas situação leva ao conflito pois cada vez encontram mais frequentemente pessoas e o seu gado. A caça excessiva, pelo Homem, das suas presas naturais, como veados e porcos selvagens, também aumenta a probabilidade de conflito, pois obriga os felinos a atacar gado para sobreviver. 

 

 

Saber mais:

Sumatran Tiger Trust

IUCN

Fauna and Flora International

ARKive

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com