2004-12-04

Subject: Ave rara vítima da malária

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,             para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Ave rara vítima da malária

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

 

Uma ave extremamente rara do Hawai morreu em cativeiro, possivelmente marcando a extinção da sua espécie, apenas 31 anos após ter sido descoberta pela primeira vez.

O Po'o-uli, que sofria de malária das aves, pertencia a uma das famílias de aves mais raras e ameaçadas do mundo, os sugadores de mel havaianos. Treze outras espécies desta família já se extinguiram, no que muitos consideram a crise de extinções do Hawai. Muitas espécies estão em declínio devido à perda de habitat e à acção de predadores introduzidos.

"A trágica morte desta ave significa que se calhar é demasiado tarde para impedir a adição do Po'o-uli à deprimente lista de extinções recentes no Hawai", diz Stuart Butchart, da BirdLife International. "Isto deve servir como grito de alarme para que redobremos os nossos esforços para salvar as espécies ameaçadas do Hawai."

O pequeno e entroncado Po'o-uli Malamprosops phaeosoma era uma ave acastanhada, descoberta pela primeira vez em 1973, na reserva florestal de Ko'olau, na ilha de Maui. Já nessa altura estava criticamente ameaçada, com um efectivo populacional estimado em menos de 200 indivíduos.

Desde então, o seu declínio tem sido acentuado. Em 1995, eram conhecidas apenas sete aves e em 1997 esse número desceu para três.

No entanto, nenhum deste três Po'o-uli restantes parecia ansioso em procriar, cada um mantendo um território distinto na reserva natural de Hanawi e no parque nacional Haleakala, imediatamente adjacente.

Em 2002, um dos três indivíduos foi capturado em colocado no território de um dos outros, numa tentativa de forçar um acasalamento. Mas o plano falhou redondamente e a ave introduzida abandonou rapidamente a área.

No ano seguinte, os conservacionistas decidiram tomar medidas drásticas e capturaram todas as três aves, para dar início a um programa de reprodução em cativeiro. Mas isto provou ser muito difícil e apenas uma ave tinha sido capturada em Setembro de 2004, precisamente o animal que agora morreu.

Na terça-feira começou uma batida em busca das restantes aves, que se acreditam ser uma fêmea e um macho, mas eles não têm sido vistos há já mais de um ano, pelo que as esperanças de ainda vivam são reduzidas.

 

"Esta espécie era uma parte única da história da Terra", diz Eric VanderWerf, do US Fish and Wildlife Service. "Se desaparecer, nunca mais teremos nada remotamente semelhante. Comparo a situação à perda da Mona Lisa ou da Capela Sistina, se perdêssemos tais tesouros, nada os poderia substituir."

Amostras de tecidos da ave morta foram recolhidas e conservadas, para uma possível clonagem no futuro, o que pode ser a única esperança da espécie.

Para além da perda de habitat, a assustadora perda de aves no Hawai pode ser relacionada com a introdução de mosquitos, que transportam muitas doenças, como a malária das aves.

Po'o-uliA somar ao Po'o-uli, outras sete espécies de sugadores de mel do Hawai estão classificadas como criticamente ameaçadas, bem como uma outra ave terrestre endémica, o corvo do Hawai, agora considerado extinto na natureza.

"A crise da extinção de aves no Hawai é uma tragédia global largamente ignorada", diz George Fenwick, presidente da American Bird Conservancy. "É perfeitamente chocante que a nação mais rica do planeta continue a permitir as extinções de aves desta maneira, sem qualquer controlo." 

 

 

Saber mais:

USFWS

BirdLife

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com