2004-12-01

Subject: Baleias e golfinhos morrem ao largo da Tasmânia

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida,             para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Baleias e golfinhos morrem ao largo da Tasmânia

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

 

Mais de 100 baleias e golfinhos morreram em duas situações diferentes nas ilhas ao largo da Tasmânia. Noventa e sete baleias piloto e golfinhos morreram encalhados nas areias da ilha King e vários outros morreram na ilha Maria.

Voluntários têm tentado impedir que outros cetáceos sofram a mesma sorte, carregando-os de volta a águas profundas. Cientistas deslocaram-se ao local para tentar compreender a razão porque tantos animais estão a morrer.

O agente da fauna selvagem Shane Hunniford referiu que cerca de metade dos 53 grupos familiares de baleias que vivem ao largo da ilha Maria já morreram, enquanto decorrem os esforços para salvar outros animais encalhados nas praias.

"Estou a olhar para o mar agora e posso ver sete pessoas a transportar baleias de volta ao mar e uma lancha da polícia marítima a seguir uma mãe com a sua cria, pelo que acho que estamos a ter uma boa taxa de sucesso, estamos muito contentes", comentou Hunniford à imprensa local.

"Em termos de saúde, alguns animais estão bem, outros nem por isso. Se as coisas continuarem como até aqui, estaremos a fazer um bom trabalho", diz ele.

 

A razão porque tantos cetáceos encalharam nas praias permanece um mistério. No passado, os cientistas especularam sobre a possibilidade de outros cetáceos predadores, como as orcas, os tivessem forçado a dirigir-se para a praia.

Outros investigadores têm sugerido que os animais são atraídos para a praia pelos níveis elevados de nutrientes na água, acabando desorientados pelo barulho das instalações de extracção de gás e petróleo. 

 

Saber mais:

Whale and Dolphin Conservation Society

O ensurdecedor ruído dos oceanos

Provas de que sons humanos prejudicam baleias

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com