2004-11-14

Subject: Trigo americano ameaça México

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Trigo americano ameaça México

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

 

O tratado norte americano de comércio livre (North American Free Trade Agreement - NAFTA) está ter um impacto severo no México rural, refere o novo documentário da Television Trust for the Environment (TVE), da série Earth Report. 

O NAFTA foi implementado há 10 anos, com os países fundadores México, Canadá e Estados Unidos, como forma de promover a competição e a eficiência, mas os produtores de trigo americanos, ajudados por subsídios, estão a levar à falência os seus homólogos mexicanos.

O resultado é a inundação dos mercados mexicanos por trigo americano, ameaçando o modo de vida dos agricultores tradicionais mexicanos. Esta situação não está apenas a criar problemas sociais mas também tem importantes impactos ambientais, refere o documentário da TVE. 

Actualmente, a maioria dos agricultores mexicanos usam métodos não intensivos e naturais de cultivo de cereais, benéficos para o ambiente local. No entanto, devido à competição com os agricultores americanos, provavelmente terão de abandonar estes métodos ou deixar a vida agícola de todo, diz a TVE. 

"Os agricultores indígenas têm que competir com agricultores que cultivam de forma altamente dispendiosa para o ambiente, com elevados impactos ambientais", diz Exequiel Ezcurra, do Instituto Nacional Mexicano de Ecologia. "A quantidade de fertilizante, a quantidade de pesticida usado pelos agricultores modernos tem um forte impacto ambiental."

Para além disso, muitos ambientalistas mexicanos estão preocupados com a forma como o trigo geneticamente modificado poderá contaminar as suas colheitas. "Há grande preocupação em relação à forma como os cereais transgénicos poderão afectar o tradicional cereal mexicano", diz Ezcurra.

Aldo Gonzales é um camponês que cultiva trigo em Oaxaca, o segundo estado mais pobre do México. A sua quinta, pertença da família há gerações, produz principalmente para consumo próprio, sendo o reduzido excedente vendido no mercado local. Pode ser uma vida dura mas os seus quatro hectares de terra têm-lhe dado independência.

Mas agora, Gonzales, e milhares como ele, temem que o seu modo de vida tenha os dias contados. "O governo mexicano instituiu políticas locais com o objectivo de levar à falência os pequenos agricultores", diz ele. 

Dirigentes que apoiam o NAFTA consideram que ele trará um melhor nível de vida para os mexicanos e, para o consumidor, isso será verdade. O trigo americano é fortemente subsidiado, o que significa que os mexicanos podem comprar o cereal mais barato do que alguma vez puderam. Mas para os agricultores mexicanos não é mais do que um valente pontapé nos dentes.

"Acreditamos que a história do mercado livre é uma mentira, porque os Estados Unidos estão a subsidiar os agricultores, coisa que os mexicanos não têm", diz Gonzales. "Não é um mercado livre, não é uma livre concorrência, não há concorrência nenhuma, desta forma."

A Lei da Agricultura Americana de 2002 disponibiliza até $19 mil milhões aos agricultores americanos. Apesar de envolver cada vez menos pessoas nso países mais ricos, o grupo de pressão dos agricultores ainda é poderoso. A nível global, perto de €300 mil milhões são gastos todos os anos em subsídios à agricultura, aproximadamente o mesmo que é obtido como lucro do comércio de produtos agrícolas. 

 

Os países assinantes do NAFTA podem proteger-se contra produtos agrícolas subsidiados que inundem os seus mercados, criando taxas suplementares de importação. "A ironia é que nos 10 anos de implementação do NAFTA, o México nunca optou por utilizar as ferramentas de protecção contra importação de produtos subsidiados", diz Luis de la Calle, director geral das Estratégias Públicas do México. "Isto porque, como somos consumidores de produtos como o milho e, por isso, no fim teremos vantagem em receber subsídios dos Estados Unidos."

No momento, 25% dos mexicanos vivem no campo. De la Calle acredita que essa percentagem irá descer para 5% nas próximas duas décadas, embora Aldo Gonzales não veja com bons olhos a perspectiva.

Muitas das grandes civilizações indígenas das Américas foram construídas sobre o cultivo de trigo, mas um dia o México pode deixar a agricultura de todo. 

No entanto, não é apenas o sistema de comércio livre que está a ameaçar o seu modo de vida. Segundo Ezcurra, a melhoria das estirpes de milho depende das diversas variedades de milho que existem no México, mas a contaminação com milho geneticamente modificado irá, eventualmente, reduzir essa diversidade.

"Basicamente, a melhoria das culturas é baseada nas variedades tradiconais", explica Ezcurra. "A perda dessas variedades tradicionais pode ser motivo de grande preocupação a curto prazo."

Actualmente, os Estados Unidos usam 30% de sementes transgénicas no trigo e milho que exportam para o México. Segundo os acordos NAFTA, os Estados Unidos vendem neste momento entre 6 e 8 milhões de toneladas de trigo ao México, por ano. De acordo com o governo mexicano, no entanto, apenas uma percentagem mínima é trigo transgénico e, por isso, não há motivo para alarme.

Os agricultores indígenas, no entanto, continuam preocupados. "Cultivamos cereais há mais de 10000 anos", diz Gonzales. "A segurança dos alimentos de todo o mundo não devia estar nas mãos de uma corporação, mas sim nas mãos dos agricultores."

 

 

Saber mais:

Earth Report

World trade blocs- NAFTA

Perigos dos transgénicos

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com