2004-11-11

Subject: As enormes potencialidades da terapia génica

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, em colaboração com o site educativo À Descoberta da Vida, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

As enormes potencialidades da terapia génica

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê os sites Born to be Wild/À Descoberta da Vida a conhecer a um amigo!!

 

Os cientistas deram importantes passos em direcção a uma nova forma de terapia que envolve desactivar genes cruciais. A investigação, testada em ratos pela companhia de biotecnologia Alnylam Pharmaceuticals, bloqueia a capacidade das células de produzir proteínas e resultou numa redução para metade dos níveis de colesterol. Espera-se que esta abordagem possa, eventualmente, ser usada para tratar outras doenças, desde a diabetes ao cancro.

O DNA das nossas células contém informação para a síntese de proteínas, essenciais para todas as formas de vida. Os investigadores conseguiram interferir com uma etapa intermédia deste processo e, por esse motivo, silenciaram um gene associado com o nível de colesterol.

A terapia de interferência de RNA é extremamente difícil de realizar, pelo que este primeiro sucesso em animais é considerado um importante avanço e uma prova de que, em princípio, pode também funcionar no Homem. Se funcionar, assumindo que não existem efeitos secundários, a técnica tem um potencial imenso para os tratamentos médicos, desligando genes que originam um vasto leque de doenças. 

Outro investigador, John Rossi, biólogo molecular do Beckman Research Institute, considerou espantoso que apenas alguns anos após a descoberta da interferência de RNA, os cientistas tenham desenvolvido uma forma de potencialmente tratar doenças. "Resta ver se esta abordagem para o colesterol pode ser usada para silenciar outros genes relacionados com doenças em modelos animais", diz ele. "Se funcionar, vai revolucionar a utilização da interferência de DNA."

Julian Downward, do Cancer Research UK, diz: "Isto é um desenvolvimento muito excitante, na criação de novas terapias para doenças humanas. Pela primeira vez foi salientado a enorme capacidade da interferência de RNA para ser usada em pacientes numa clínica."

A interferência de RNA é um fenómeno em que a produção de proteínas nas células é perturbada por cadeias de material genético designadas RNA de interferência breve ou "short interfering" RNA (siRNA). O potencial médico da manipulação artificial deste processo é enorme mas colocar o siRNA nas células é extremamente difícil pois normalmente é destruído antes de alcançar o seu alvo.

 

Alcançou-se algum sucesso injectando-o directamente num determinado órgão, como nos olhos, mas a interferência de RNA apenas será prática se puder ser administrada como um medicamento convencional. Os cientistas alemães conseguiram dar ao siRNA propriedades de droga associando-o a moléculas de colesterol, o que lhe permitiu associar-se a proteínas do sangue e aumentar a sua estabilidade em 15 vezes e facilitou a sua entrada para as células.

Esta abordagem tinha como objectivo alterar a produção de colesterol, através de uma proteína chave no seu fabrico, a apolipoproteína B. Os ratos foram injectados com siRNA associado a colesterol, especialmente manipulado para bloquear a produção da proteína.

Os níveis sanguíneos da proteína apoB caíram perto de 70% e os níveis de colesterol seguiram-nos. Os ratos tratados tinham as mesmas taxas de colesterol que os animais cujo gene apoB tinha sido totalmente removido. 

No entanto, a Alnylam ainda terá que ultrapassar muitos aspectos práticos antes destes procedimentos puderem ser utilizados no Homem. As doses utilizadas nos ratos foram muito elevadas, demasiado onerosas e pouco práticas no Homem. Também não é claro se o tratamento pode ser feito de outra forma ou quantas vezes tem que ser aplicado. 

 

 

Saber mais:

Alnylam

Nature

Beckman Research Institute

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild & À Descoberta da Vida, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com