2004-08-12

Subject: Grupos de golfinhos dependem dos socialites

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Grupos de golfinhos dependem dos socialites

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Os grupos golfinhos confiam nos chamados socialites para os manter unidos, alegam os cientistas. Sem estes indivíduos, a coesão do grupo perde-se.

A descoberta pode significar que a captura de golfinhos ou orcas selvagens para os parques aquáticos pode ter sério impacto sobre os companheiros deixados para trás. Detalhes deste estudo, realizado por uma equipa de investigadores ingleses e americanos, podem ser consultados na revista New Scientist

O ecologista David Lusseau, da Universidade Aberdeen, estudou as interacções sociais de uma comunidade de 62 golfinhos que vivem na zona de Doubtful Sound, Nova Zelândia.

De 1994 a 2001, ele seguiu individualmente os animais de forma a aperceber-se de quais os que estavam juntos com uma frequência superior à que seria de esperar, se apenas devida ao acaso. 

O seu colega Mark Newman da Universidade do Michigan aplicou, de seguida, uma técnica matemática de descodificação de redes de padrões complexos. O que emergiu foram duas sub-comunidades de tamanho razoável, tenuemente unidas por alguns membros comuns.

 

Estes golfinhos ocupavam papéis centrais no tecido social do grupo, sem eles toda a rede de relações se desmoronaria e separaria em duas. 

Espantosamente é exactamente isso que aconteceu, explica Newman à revista New Scientist. Após alguns anos de estudo, dois desses indivíduos centrais desapareceram e a comunidade separou-se em dois grupos, cada um seguindo uma evolução diferente.

Quando os indivíduos desaparecidos reapareceram, os dois sub-grupos voltaram a unir-se.

 

Saber mais:

New Scientist

Satellite tags to save dolphins

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com