2004-08-10

Subject: Orangutangos tailandeses mortos? 

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Orangutangos tailandeses mortos? 

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

A polícia de Banguecoque está a investigar a aparente morte de 41 orangutangos no parque temático Safari World. Representantes do parque alegam que os animais morreram de causas naturais, mas a polícia suspeita que possam ter sido mortos ou deslocados para evitar a realização de testes de DNA:

O parque já estava sob investigação por alegada participação no contrabando de orangutangos a partir da Indonésia e da Malásia, tendo sido forçado, na semana passada e devido às pressões internacionais, a suspender as suas controvérsias lutas kick-boxe com os primatas. 

Quando a polícia se deslocou ao parque em Julho para apreender os orangutangos apenas encontrou 69 deles, apesar dos registos mostrarem que deveriam existir 110.

O Safari World alegou que os 41 primatas em falta tinham sido cremados após terem morrido de diarreia e complicações respiratórias. Tivemos que os queimar antes que a doença se espalhasse, mas temos fotografias e documentámos todos os sintomas antes disso, refere um porta-voz do parque.

O porta-voz da polícia Vijit Nantawong, por sua vez, refere que não acredita que os animais tenham morrido, mas que foram transferidos para outra localização. Vamos investigar a fundo se foram realmente cremados, diz ele.

A polícia suspeita que o parque pode estar a tentar eliminar as pontas soltas, após as alegações de que tinha contrabandeado animais selvagens ameaçados de extinção para a Tailândia. 

O parque, desde há muito tempo alvo de campanhas de defesa dos direitos dos animais, alega que os animais são o resultado de um programa bem sucedido de criação em cativeiro. 

Na semana passada, as autoridades tailandesas forçaram o parque a suspender as lutas de orangutangos, uma atracção com décadas de existência, enquanto se procede a uma investigação sobre alegações de exploração e crueldade para com os primatas. 

 

Outras Notícias:

Fogos matam tartarugas raras

 

Milhares de raras tartarugas morreram nos fogos que devastaram o sul de Espanha, alimentados pelas altas temperaturas e ventos fortes. 

Pelo menos 2400 tartarugas morreram nos fogos na reserva natural de Murcia, refere a Global Nature Foundation, quando 300 hectares de floresta mediterrânica, o seu habitat natural foram queimados.

Segundo a fundação conservacionista, serão necessários pelo menos 20 anos para restaurar esta zona ao estado anterior aos fogos. 

Juan Luis Castanedo, da Global Nature Foundation, que promove e protege 67 reservas naturais na região de Múrcia, considera que turistas foram os causadores deste fogo. A garrafa de gás de um acampamento próximo da reserva explodiu e iniciou um fogo que rapidamente alastrou.

Normalmente vivem 20 a 40 tartarugas Testudo graeca ibera por hectare de floresta, mas, desde o início do ano, já arderam em Espanha perto de 9000 hectares, tanto como tinha ardido em todo o ano passado. A grande maioria destes fogos são de origem humana. 

 

 

Saber mais:

Luta pelos orangutangos kick-boxers

Global Nature Foundation

European Environment Agency

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com