2016-05-11

Subject: Filme transparente alisa rugas na pele

Filme transparente alisa rugas na pele

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

@ Nature/Melanie Gonick/MIT

Peritos em materiais que trabalham para companhias de cosméticos desenvolveram um filme transparente que, pela primeira vez, imita a elasticidade da pele jovem.

O revestimento baseado em silício pode ser barrado sobre a face ou outras zonas do corpo através de duas aplicações de um gel que, uma vez endurecido, adere fortemente à pele durante mais de 16 horas, explica Robert Langer, bioengenheiro no Instituto de Tecnologia do Massachusetts em Cambridge, que co-liderou o desenvolvimento do material.

O filme, que a equipa de Langer apelida de segunda pele, pode reduzir a aparência de rugas e papos debaixo dos olhos e pode aumentar a elasticidade que permite à pele recuperar a forma quando beliscada, relata ele num artigo publicado na última edição da revista Nature Materials. Também funciona como barreira que impede a perda de água na pele seca, sugerindo que, para além do uso cosmético, o filme pode ser uma alternativa aos unguentos gordurosos em pessoas com problemas de pele como eczemas, apesar de ainda não ter sido testado nessa área.

Uma versão do filme está à venda através de dermatologistas desde 2014, comercializado pela companhia Living Proof de Cambridge, Massachusetts, que Langer co-fundou e na qual a famosa atriz Jennifer Aniston investiu.

Langer chama a este produto uma "versão muito preliminar" do material descrito no artigo de investigação, que assinala a primeira vez que o filme foi descrito em detalhe na literatura científica.

“Até agora, não havia nada que pudesse restaurar as propriedades elásticas da pele e este material faz isso”, diz Barbara Gilchrest, dermatologista na Faculdade de Medicina de Harvard em Boston, Massachusetts e co-autora do relatório. John Rogers, perito em biomateriais na Universidade do Illinois em Urbana–Champaign, considera os resultados da equipa “impressionantes”.

A equipa analisou mais de 100 variantes de polímeros para criar o filme elástico mas transparente. Primeiro, os utilizadores barram um polímero tipo gel baseado em siloxanos (cadeias moleculares contendo silício e oxigénio) e seguidamente juntam outro gel contendo um catalizador com base em platina. As ligações cruzadas que este cria entre as cadeias de polímero enrijece o material que tem apenas 40 a 70 micrómetros de espessura, o que o torna "basicamente invisível", diz Langer.

“Não é a cura para as rugas ou para os papos debaixo dos olhos, é mais uma espécie de maquilhagem transparente”, diz Ardy Bayat, especialista em biologia da pele e regeneração na Universidade de Manchester, Reino Unido.

Ao alterar a formulação química do filme ou a forma como é aplicado também poderá ser possível usá-lo em aplicações médicas, diz Langer, como hidratação da pele seca ou aplicação de corticosteróides anti-inflamatórios na pele, reforçando a sua absorção. Ele também está a trabalhar um outra companhia, a Olivo Labs, uma subsidiária da Living Proof e também de Cambridge, que se irá focar nestas ideias.

 

 

Saber mais:

Minúsculos estômagos humanos desenvolvidos em laboratório

Sistema imunitário débil dos bebés permite entrada de bactérias benéficas

Geoengenharia pode causar danos a milhares de milhões

Descoberto o gene da fonte da juventude?

Coração 'fantasma' bate de mansinho 

Células curam coração danificado

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2016


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com