2015-04-18

Subject: Aldeia amazónica remota revela-se arca do tesouro em microrganismos

Aldeia amazónica remota revela-se arca do tesouro em microrganismos

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

@ Nature/Robin Hanbury-Tenison/Robert Harding

Um grupo isolado de índios americanos na Amazónia venezuelana hospeda a constelação mais diversificada de microrganismos alguma vez vista em humanos, relatam os investigadores na última edição da revista Science Advances. Surpreendentemente, o microbioma do grupo inclui bactérias com genes que conferem resistência a antibióticos, apesar dos seus membros (que fazem parte da tribo Yanomami) não terem estado expostos aos medicamentos.

“Já sabíamos que os microrganismos que vivem com os Yanomami seria mais diversificados mas ficámos surpreendidos pelo grau dessa diversidade”, diz Maria Glória Dominguez-Bello, ecologista microbiana na Universidade de Nova Iorque e um dos autores do artigo.

O trabalho vem somar-se a um crescente corpo de investigação sobre o microbioma. Estudos têm sugerido, por exemplo, que as comunidades microscópicas que colonizam o corpo humano podem ser uma nova fonte de medicamentos e a comparação a composição dos microbiomas de diferentes grupos tem dado aos investigadores pistas sobre a forma como os humanos têm vivido e migrado.

Mas os cientistas ainda não compreendem todos os factores que determinam a composição do microbioma de uma dada pessoa. “Sabemos que a alimentação, o ambiente e os químicos desempenham papéis importantes”, diz Sarkis Mazmanian, microbiólogo no Instituto de Tecnologia da Califórnia em Pasadena. A adopção generalizada dos antibióticos, higiene rigorosa e as dietas processadas terão reduzido a diversidade genética dos microbiomas no mundo desenvolvido.

Isto torna os microbiomas dos Yanomami particularmente interessantes, Dominguez-Bello. Os investigadores obtiveram amostras orais, fecais e de pele de 34 pessoas numa pequena comunidade Yanomami que era desconhecida dos ocidentais até 2008, quando foi detectada a partir de um helicóptero. Uma equipa médica fez contacto em 2009 mas o grupo permanece relativamente isolado. Tendo isso em mente, apenas um dos autores do estudo interagiu com os aldeões para recolher as amostras.

Quando os investigadores analisaram o DNA microbiano nessas amostras, descobriram que o microbioma do Yanomami médio tinha o dobro dos genes que os do americano médio. Ainda mais surpreendente, o microbioma Yanomami é ainda mais diversificado do que o relatado para outros grupos indígenas da América do Sul e de África.

Os cientistas também ficaram intrigados pela descoberta de genes que causam resistência a antibióticos naturais e sintéticos. Kenneth Kidd, biólogo evolutivo na Universidade de Yale em New Haven, Connecticut, diz que é difícil tirar qualquer conclusão sobre a origem dessa resistência, no entanto.

Apesar de relativamente pouco afectados pelo mundo exterior durante 11 mil anos, alguns grupos Yanomami têm sido bastante estudados pelos antropólogos em meados do século XX. Aqueles que participaram neste estudo pouco se tinham cruzado com pessoas de fora mas, diz Kidd, “os microrganismos deslocam-se mais depressa que os humanos”. Exposição ao solo e o comércio podem trazer antibióticos suficientes para induzir mutações associadas à resistência, por exemplo.

Ainda assim, o artigo é um marco, diz Mazmanian. “Muitas pessoas têm especulado que os microbiomas antigos eram muito mais diversificados", diz ele. “Com estas sequenciações é como se tivéssemos uma fotografia de tempos microbianos idos para o demonstrar.”

A pesquisa pode ainda fornecer mais descobertas: os autores do estudo cultivaram e armazenaram os microrganismos que recolheram e planeiam estudá-los e caracterizá-los melhor.

 

 

Saber mais:

Antibiótico prometedor descoberto em 'matéria negra' bacteriana

Associação entre cérebro e intestino chama atenção de cientistas

Microrganismo vaginal fornece novo antibiótico

As vantagens ocultas da vacinação

Bactéria implicada em ataques cardíacos relacionados com stress

Encontradas bactérias em placentas saudáveis

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2015


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com