2014-11-24

Subject: Lobos-marinhos-antárticos apanhados a ter sexo com pinguins

 

Lobos-marinhos-antárticos apanhados a ter sexo com pinguins

 

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

As coisas estão a aquecer no frio clima do antárctico: numa ilha remota e desolada lobos-marinhos-antárticos foram apanhados numa forma extrema de comportamento sexual com pinguins.

Mais de um lobo-marinho-antártico foi filmado em pleno acto e em mais de uma ocasião. Os investigadores detalham a sua descoberta e partilham os vídeos na última edição da revista Polar Biology.

O comportamento sexual dos lobos-marinhos não foi um choque completo para os cientistas que o registaram pois em 2006 observaram, pela primeira vez, um lobo-marinho a tentar copular com um pinguim-rei na ilha Marion, uma ilha sub-antárctica lar de ambas as espécies.

Eles publicaram os detalhes desse incidente e especularam que o acto sexual nesse momento podia ter sido o comportamento de um lobo-marinho frustrado e sexualmente inexperiente ou um acto predatório agressivo ou ainda uma brincadeira que ganhou teor sexual.

Mas os novos incidentes, publicados no estudo "Múltiplas ocorrências de assédio sexual de pinguins-rei Aptenodytes patagonicus por parte de lobos-marinhos-antárcticos Arctocephalus gazella", ainda surpreenderam os investigadores.

"Honestamente não esperava avistamentos subsequentes de natureza similar ao de 2006 e certamente não em múltiplas ocasiões", diz Nico de Bruyn, do Instituto de Investigação de Mamíferos da Universidade de Pretória, África do Sul.

Rotineiramente os cientistas monitorizam a vida selvagem e procuram comportamentos invulgares. Em três ocasiões, uma equipa de investigadores liderada por William A. Haddad e de Bruyn avistou jovens lobos-marinhos macho a coagir sexualmente o que pareciam ser pinguins-rei saudáveis de género desconhecido.

Dois incidentes ocorreram em Goodhope Bay e um na praia Funk. O incidente de 2006 ocorreu numa outra praia, Trypot. "Isto fez-nos prestar atenção", diz de Bruyn dos novos avistamentos.

Todos os incidentes sexuais conhecidos seguiram um padrão semelhante: de todas as vezes um lobo-marinho perseguiu, capturou e montou o pinguim. O lobo-marinho tenta, depois, a copulação várias vezes, durante cinco minutos de cada vez, com períodos de descanso entre eles.

Os pinguins acasalam via cloaca e pensa-se que os lobos-marinhos tenham mesmo penetrado os pinguins em alguns dos actos filmados por Haddad.

Em três dos quatro incidentes registados o lobo-marinho deixou o pinguim fugir no final mas no mais recente o lobo-marinho matou e devorou o pinguim depois de tentar acasalar com ele.

Os incidentes são os únicos de que se sabe em que pinípedes têm sexo com um animal de uma classe diferente, neste caso um mamíferos a tentar ter sexo com uma ave.

Neste momento, os cientistas apenas podem especular sobre a razão deste comportamento mas as novas observações sugerem que ter sexo com pinguins pode estar a ser um comportamento aprendido entre os lobos-marinhos da ilha.

"Os lobos-marinhos têm a capacidade de aprender, sabemos isto, por exemplo, pelo seu comportamento de busca de alimento", explica de Bruyn. Logo os machos podem ver-se uns aos outros a coagir pinguins e de seguida fazem o mesmo, o que pode explicar porque o número de incidentes parece estar a aumentar.

Mas "se isto é um comportamento aprendido, não estamos a perceber qual poderá ser a recompensa para estes machos jovens", acrescenta ele. "Algo mais do que terem percebido que estas aves são um alvo mais fácil para praticarem as suas capacidades copulatórias."

Os lobos-marinhos ainda não eram suficientemente maduros ou grandes para defenderem haréns de fêmeas, explica de Bruyn. "Talvez seja uma forma de alívio de frustração sexual, devida aos picos hormonais da estação de acasalamento, pois não parece nada que possa ser uma falha no reconhecimento do parceiro."

 

 

Saber mais:

Fetos comunicam para decidir o seu sexo

Hormona do amor controla comportamento sexual em ratos

Insecto fêmea usa pénis espinhoso para tomar o comando

Insecto taitiano evita sexo perfurante

Lampreias-macho aquecem-se para o sexo

Como as galinhas perderam o pénis

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2014


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com