2014-05-19

Subject: Factor sexual de bichos-da-seda não é um vulgar gene

 

Factor sexual de bichos-da-seda não é um vulgar gene 

 

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

@ Nature/Munetaka Kawamoto, Laboratory of Insect Genetics and Bioscience, University of Toky

No negócio da seda, o sexo é dinheiro. Os machos dos bichos-da-seda tecem casulos com maior quantidade de uma seda de melhor qualidade que as fêmeas logo há muito que esta indústria de multimilionária procura uma forma fácil de produzir apenas machos.

Finalmente esse pode ser um objectivo realista pois os investigadores identificaram o mecanismo de determinação do sexo nos bichos-da-seda Bombyx mori. O factor sexual revelou-se uma pequena molécula de RNA, a primeira vez que algo que não seja uma proteína foi implicado no processo de determinação de sexo.

Em todos os Lepidoptera, a ordem que inclui as traças e as borboletas, o sexo é determinado pelo sistema de cromossomas WZ e não pelo conhecido XY usado pelos mamíferos. As fêmeas dos bichos-da-seda são heterozigóticas WZ, enquanto os machos são homozigóticos ZZ.

No ano passado, os investigadores mostraram como modificar geneticamente os bichos-da-seda de forma a que as fêmeas expressassem uma proteína mortífera mas os esforços para identificar os genes do cromossoma W que tornam os bichos-da-seda fêmea tinham encontrado dificuldades. O cromossoma W não parece qualquer gene codificador de proteínas e parece quase completamente cheio de elementos genéticos parasitas e móveis conhecidos por transposões.

Em 2011, uma equipa liderada pelo entomólogo Susumu Katsuma, da Universidade de Tóquio, relatou que o cromossoma W produz pequenas moléculas de RNA que mantêm os transposões à distância nos recém-formados óvulos.

Katsuma e a sua equipa relatam na revista Nature que uma dessas moléculas, que os autores apelidaram Fem, é específica dos bichos-da-seda fêmea, sugerindo que desempenha um papel na determinação do sexo. O RNA Fem degrada uma molécula correspondente produzida por um gene conhecido por Masculinizador, que se encontra no cromossoma Z. Quando os investigadores silenciaram o Masculinizador, os embriões executam um programa genético que origina tecido feminino.

Os autores criam um caso muito sólido defendendo que o RNA Fem determina o sexo dos bichos-da-seda, diz František Marec, geneticista molecular no Instituto de Entomologia em České Budějovice, Republica Checa, que escreve um artigo que acompanha o trabalho. Ele tem um palpite que outras espécies da ordem Lepidoptera determinam o sexo da mesma forma: os machos mutantes de uma traça que estuda, por exemplo, morrem em embrião mesmo que uma minúscula porção do cromossoma W seja acrescentada ao seu genoma.

Katsuma diz que a sua equipa está a tentar manipular a determinação do sexo em bichos-da-seda para aplicação industrial mas Marec acredita que não será fácil produzir stocks de bichos-da-seda todos macho. O simples bloqueio do RNA Fem não transformou embriões femininos WZ em machos e a inibição do gene Masculinizador matou os embriões com dois cromossomas Z.

Uma estirpe de bichos-da-seda manipulada geneticamente para produzir apenas fêmeas seria mais bem sucedida, diz Marec: “Precisamos de estratégias genéticas de matar fêmeas automaticamente."

 

 

Saber mais:

Primeira forma de vida com DNA sintético

Um alívio para os homens: o cromossoma Y não está a desaparecer

Insecto fêmea usa pénis espinhoso para tomar o comando

Insectos apaixonados prevêem o tempo

Insecto taitiano evita sexo perfurante

Lampreias-macho aquecem-se para o sexo

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2014


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com