2004-06-15

Subject: Polvos têm um braço preferido

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Polvos têm um braço preferido 

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

A maioria dos polvos têm um braço preferido, descobriram os zoólogos. Esta é a primeira vez que estes animais demonstraram escolher qualquer um dos seu 8 braços para a realização de tarefas. 

Os polvos usam o seu braço preferido sempre que exploram uma nova cavidade ou túnel, explica Ruth Byrne, da Universidade de Viena, que apresentou a sua descoberta no encontro anual da Animal Behavior Society. 

Em termos de perícia, todos os braços do polvo são criados iguais, todos são capazes de realizar as mesmas tarefas, pouca ou nenhuma especialização existe, referiu Byrne. 

Por este motivo, os peritos suspeitavam que os polvos usavam os braços que estivessem mais à mão, pois uma das suas estratégias de caça favoritas é colocar-se sobre uma rocha com os braços enrolados sob o corpo, agarrando tudo o que se aproxime. Mas quando Byrne e seus colegas colocaram objectos não familiares no tanque do polvo, ou lhe apresentavam uma cavidade em forma de T para explorar, cada polvo escolhia preferencialmente um dado braço para investigar. 

Ainda mais interessante, os animais tinham tendência para usar uma dada combinação de um, dois ou três braços quando manipulavam objectos, diz Byrne, sendo usados numa ordem particular. Estudando 8 polvos, os investigadores observaram apenas 49 combinações de um, dois ou três braços, dum total de 448 possíveis  possibilidades. 

Os braços preferidos estão geralmente na parte frontal do animal, enquanto os braços posteriores estão mais relacionados com a locomoção, o que os torna quase análogos a pernas. 

 

No entanto, esta preferência não parece lógica, pois todos os braços são capazes de realizar as tarefas. A resposta para este paradoxo, explica Byrne, pode estar no facto de a maioria dos polvos ter um olho preferido, que, por sua vez, dita a preferência do braço. 

A observação de polvos restritos a tanques mostram que os animais normalmente observam o meio com apenas um olho, apresentando 92% deles uma preferência por um dos olhos. Existe uma grande diferença lateral, refere Byrne. Ela pensa que esta preferência é transferida para o braço da frente, levando a polvos dextros ou canhotos.  

Ao contrário do que acontece com o Homem, os polvos têm uma relação de mais ou menos 50-50, em vez de serem preferencialmente dextros. No entanto, parece mostrar o motivo porque as criaturas de muitos braços se dão ao trabalho de escolher um favorito. 

 

Saber mais:

Octopus arms strike out alone

Corvos mudam de lado para usar ferramentas

Maioria das morsas são dextras

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com