2014-03-17

Subject: Somam-se dúvidas sobre 'descoberta' com células estaminais

 

Somam-se dúvidas sobre 'descoberta' com células estaminais 

 

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

@ BBC

Uma investigação sobre um supostamente revolucionário estudo sobre células estaminais no Japão descobriu "manipulação inapropriada" dos dados.

Em Janeiro foi relatado que mergulhar células em ácido podia, de forma rápida e barata, converte-las em células estaminais mas imediatamente foram levantadas questões sobre as imagens usadas no relatório científico e, até agora, nenhum outro grupo de investigadores conseguiu reproduzir os resultados.

O relatório interino não encontrou qualquer evidência de má prática investigativa, no entanto.

O estudo original, publicado na revista Nature, tornou-se imediatamente notícia de primeira página em todo o mundo e foi descrito como espantoso e uma descoberta científica de grande importância pois parecia oferecer uma forma barata e ética de obter células estaminais, o que as tornaria num tratamento prático e não no sono de um investigador.

Mas rapidamente surgiram dúvidas significativas. Uma centra-se na utilização de imagens da equipa do Centro de Biologia do Desenvolvimento Riken, que são semelhantes a imagens de investigações anteriores de uma das cientistas envolvidas, Haruko Obokata, que não usou a técnica do banho ácido.

Entretanto, equipas de todo o mundo não conseguiram obter células estaminais usando a técnica relatada no artigo.

Uma análise feita por Kenneth Ka-Ho Lee, da Universidade Chinesa de Hong Kong, publicada na ResearchGate, conclui: "A facilidade e simplicidade do seu método de gerar células STAP, o nome dado às células estaminais produzidas por este método, a partir de vários tipos celulares deixou os leitores com muitas dúvidas."

"Tentámos o nosso melhor para gerar células STAP usando o seu protocolo e não parece ser tão simples e reproduzível como seria de esperar logo se a técnica realmente funciona é uma questão em aberto neste momento", diz Lee.

Riken lançou uma investigação e as primeiras descobertas foram agora conhecidas: refere que algumas imagens foram "inadvertidamente" deixadas no relatório mas que "não houve tentativa de enganar".

 

Não chegaram a nenhuma conclusão, no entanto, sobre as alegações de que parte da metodologia tinha sido copiada de outro artigo científico ou que as imagens do artigo se assemelham às das investigações anteriores de Obokata.

Num comunicado, o presidente de Riken, Ryoji Noyori, refere: "Gostaria, antes de mais, de expressar o meu desapontamento com o facto de artigos publicados pela revista Nature por cientistas do Riken estar a colocar em causa a credibilidade da comunidade científica."

"É lamentável que discrepâncias significativas tenham sido encontradas e tenham sido geradas no processo de preparação dos artigos da Nature para publicação. Estamos a investigar essas discrepâncias tendo em mente que pode ser necessário proceder à retracção dos artigos", conclui ele.

Esta semana, um membro do grupo de investigadores apelou a que as descobertas fossem retractadas visto que já era claro que estivesse certo: Teruhiko Wakayama, da Universidade de Yamanashi, disse na televisão japonesa que "durante a realização das experiências estava totalmente convencido que estava certo mas surgiram tantos erros que é melhor retirá-lo e, usando dados e imagens correctos, provar novamente que o artigo está correcto".

"Se afinal descobrirmos que estava mesmo errado, temos que tornar claro porque razão tal aconteceu", diz Wakayama.

 

 

Saber mais:

Concebido método não invasivo de sequenciação do DNA de óvulos humanos

Edição genética de precisão abre caminho a macacos transgénicos

Células estaminais produzidas com eficiência quase perfeita

Criadas células estaminais em ratos vivos

Células estaminais reprogramadas apenas com auxílio de químicos

Autor reconhece erros em artigo sobre clonagem de células estaminais

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2014


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com