2014-01-13

Subject: Estirpe antiga de cólera desapareceu misteriosamente

 

Estirpe antiga de cólera desapareceu misteriosamente

 

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

@ Nature/McMaster UniversityUm mortífero surto de cólera devastou Filadélfia e outras metrópoles da costa leste no início de 1849, o segundo no espaço de 20 anos.

Cerca de mil habitantes da cidade morreram em resultado da infecção com este agente patogénico transmitido pela água nesse ano, um número que poderia ter sido consideravelmente mais elevado se não tivesse existido um programa para lavar as sujas ruas da cidade com água limpa de reservatórios.

Agora, DNA isolado do intestino preservado durante 165 anos de uma das vítimas permitiu obter a sequência completa do genoma da bactéria responsável, a primeira de uma estirpe do século XIX de Vibrio cholerae.

O genoma mostra que a maioria das estirpes de cólera actualmente em circulação, conhecidas por El Tor, são geneticamente distintas da cólera 'clássica' que proliferou na Europa e na América do norte no século XIX, e a responsável pelo surto de 1849 em Filadélfia. Seria precisos outros cinco anos para que o médio inglês John Snow demonstrasse que a cólera londrina era causada por água contaminada com matéria fecal.

“Uma das grandes questões é ‘para onde foi a cólera clássica?'", diz Hendrik Poinar, antropólogo biológico na Universidade McMaster em Hamilton, Ontário, que liderou o estudo agora publicado na revista New England Journal of Medicine. A cólera clássica ainda surge vai, não vai, mas as estirpes El Tor têm causado a maior parte dos surtos desde a década de 80, incluindo um surto que infectou centenas de milhar e matou mais de 8 mil pessoas no Haiti, desde o seu início em 2010.

A equipa de Poinar estima que estas duas linhagens de cólera partilham um ancestral comum que circulou há centenas ou mesmo milhares de anos, provavelmente na zona da baia de Bengala na Índia. Não é claro nem por que razão a linhagem clássica emergiu primeiro, nem por que foi posteriormente substituída pela linhagem El Tor, diz Poinar.

 

Alterações genéticas na bactéria são uma possível explicação, acrescenta Poinar. A sua equipa descobriu que o isolado de Filadélfia parece conter uma cópia extra de um genoma viral integrado que codifica uma toxina, quando comparado com as estirpes clássicas mais recentes. A perda deste conjunto de genes pode ter tornado a estirpe clássica menos transmissível, permitindo às estirpes El Tor dominar. 

Essa hipótese precisa de ser testada com experiências laboratoriais, diz Poinar, cuja equipa tenciona sequencia ros genomas de estirpes históricas de cólera da Europa continental e do Reino Unido.

Tom Gilbert, geneticista evolutivo da Universidade de Copenhaga, considera que os novos métodos de recolha de DNA de agentes patogénicos antigos tornam a sequenciação directa: a parte complicada é encontrar boas amostras. 

A secção do intestino que Poinar usou foi recolhida, provavelmente de um paciente masculino afro-americano, por um médico chamado John Neill como parte de um estudo sobre os efeitos da cólera no revestimento do intestino. Foi armazenado em álcool num frasco selado com cera no College of Physicians de Filadélfia e posteriormente no Museu Mütter. “Estes materiais, quando encontrados, são verdadeiras pérolas", diz Gilbert. “E é fantástico que Hendrik esteja a encontrá-los e a fazer este óptimo trabalho."

 

 

Saber mais:

Sistema imunitário débil dos bebés permite entrada de bactérias benéficas

Comprimido de fezes impede infecções do intestino

Mulheres são mais vulneráveis a infecções

Prata torna antibióticos milhares de vezes mais eficazes

Lepra transforma células adultas em células estaminais

Cheias no Paquistão: o pior ainda está para vir?

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2014


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com