2013-11-14

Subject: Teoria sugere que icónica primeira ave perdeu capacidade de voar

 

Teoria sugere que icónica primeira ave perdeu capacidade de voar

 

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

@ Nature/Stocktrek Images, Inc./Alamy

Apesar de há muito se debater se a proto-ave Archaeopteryx seria capaz de voar ou apenas estar a evoluir em direcção a essa capacidade, até à data ainda ninguém tinha seriamente sugerido que poderia estar, em vez disso, em vias de perder a sua capacidade de voar.

No entanto, é precisamente isso que Michael Habib, biólogo na Universidade do Sul da Califórnia propôs na semana passada no apinhado auditório do encontro anual da Sociedade de Paleontologia de Vertebrados em Los Angeles.

Com um esqueleto de dinossauro e penas de ave, há muito que o Archaeopteryx tem sido apresentado como marcador da transição de dinossauro para ave.

A ideia de que estaria, em vez disso, a evoluir para voltar a não voar, a chamada perda secundária da capacidade de voo, ocorreu a Habib quando ele estava a calcular a razão entre os membros e o grau de simetria das penas no Archaeopteryx e a comparar esses valores com os de aves vivas, como forma de melhor compreender a sua capacidade de voo. 

Ao faze-lo, ele descobriu que as características do animal eram espantosamente semelhantes às das modernas aves não voadoras que frequentam ilhas: “Sabemos que o Archaeopteryx vivia num arquipélago durante o Jurássico e depois de olhar para os seus ossos e penas tão semelhantes aos das modernas aves não voadoras de ilhas, fiquei a pensar naquilo", diz Habib.

Quando o Archaeopteryx foi descoberto pela primeira vez, foi o dinossauro emplumado mais antigo que se conhecia e defender que estaria a evoluir para perder a capacidade de voo seria considerado loucura mas com a descoberta, nos últimos anos, de muitos outros dinossauros emplumados anteriores com anatomias adequadas ao voo, a ideia está a ser considerada seriamente.

“Só porque o Archaeopteryx foi o primeiro dinossauro emplumado a ser encontrado, isso não significa que tenha que ter desempenhado um papel central na verdadeira história da origem das aves", diz o paleontólogo Thomas Holtz, da Universidade do Maryland em College Park. “Temos que nos lembrar que aparece cerca de 10 milhões de anos depois dos dinossauros tipo ave mais antigos que conhecemos e a nossa famosa 'primeira ave' pode na realidade uma ave que perdeu a capacidade de voar secundariamente."

 

Mas muitos estão cépticos: “Estou pouco inclinado a apelidar o Archaeopteryx de não voador secundário, dado que não sabemos ainda se os seus ancestrais podiam voar", diz Ashley Heers, bióloga na Faculdade Real de Veterinária em Hatfield, Reino Unido.

A apresentação de Habib, bem como outras que exploraram o que as aves antigas podiam e não podiam fazer, desencadeou um interesse intenso nas variações entre as anatomias das aves modernas que têm diferentes comportamentos.

“As aves actualmente vivas usam as asas para tantas coisas diferentes, desde correr com a sua ajuda em encostas a remar através da água", diz Heers. “Precisamos realmente de uma melhor compreensão da forma como a anatomia se relaciona com estes comportamentos, para melhor interpretarmos o registo fóssil."

E para encerrar o assunto, Heers e o seu colega Kenneth Dial, biólogo na Universidade do Montana em Missoula, salientaram na conferência que há muitas aves voam melhor em juvenis do que em adultos e algumas perdem completamente a capacidade de voar quando amadurecem. “Talvez o jovem Archaeopteryx voasse e os adultos fosses mais apegados ao solo", sugere Holtz.

Se esta teoria se revelar verdadeira, então a resposta para a questão se o Archaeopteryx voava ou não pode revelar-se um frustrante "mais ou menos".

 

 

Saber mais:

Primeiras aves tinham quatro asas

Penas fósseis revelam as verdadeiras cores dos dinossauros

Aves revelam o segredo das asas prateadas

Descoberto novo dinossauro emplumado

Segredos do voo das aves revelados

Terá um genoma mais 'leve' ajudado as aves a levantar voo?

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2013


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com