2013-01-16

Subject: Anatomia dos primeiros tetrápodes invertida

 

Anatomia dos primeiros tetrápodes invertida

 

Dificuldades em visualizar este e-mail? Consulte-o online!

Newsletter não segue Acordo Ortográfico

Ichthyostega @ BBC

Os livros de texto podem ter que ser alterados no que se trata de alguns dos primeiros animais de quatro patas, sugere um estudo agora conhecido: investigadores descobriram que a nossa compreensão da anatomia desses animais é errada pois novos modelos tridimensionais dos vestígios fósseis mostram que a coluna vertebral tem sido representada de trás para a frente.

As descobertas, publicadas na última edição da revista Nature, podem alterar completamente o nosso pensamento sobre a forma como a coluna vertebral evoluiu.

Os cientistas analisaram fósseis de tetrápodes de três géneros diferentes: Ichthyostega, Acanthostega e Pederpes. Estes animais primitivos com quatro patas são de grande interesse para os paleontólogos pois foram os primeiros a sair dos oceanos e a caminhar em terra firme, abrindo caminho para toda a vida vertebrada terrestre.

Assim, o estudo da anatomia destes organismos é crucial para a compreensão da forma como esta importante transição ocorreu.

Investigadores da Universidade de Cambridge e da Faculdade Real de Veterinária (RVC) usaram a Instalação Europeia de Radiação Sincrotrónica (ESRF) para bombardear os fósseis com 360 milhões de anos de idade com raios X de alta energia, o que lhes permitiu criar reconstruções em computador detalhadas dos animais.

 

John Hutchinson, do RVC, refere: "As vértebras destes animais são na realidade estruturalmente diferentes do que qualquer um tem vindo a retratar nos últimos 150 anos, os exemplos dos livros de texto estão errados."

Os cientistas descobriram que partes da coluna consideradas até agora como viradas para a zona frontal do animal, de facto estavam viradas para trás e vice-versa. Durant eo estudo também encontraram as evidências mais antigas da presença de esterno no Ichthyostega.

Hutchinson considera que as descobertas forneceram mais pistas sobre como os primeiros animais se deslocaram fisicamente da água para terra.

Num artigo anterior dos mesmos autores, a equipa sugeria que os tetrápodes se arrastaram para fora do mar, usando os membros anteriores para suportar o resto do corpo no solo e as novas descobertas anatómicas apoiam esta hipótese, diz Hutchinson.

O estudo também lança mais luz sobre a evolução da moderna coluna vertebral: "Toda essa anatomia dos primeiros tetrápodes foi passada aos animais subsequentes e influenciou a futura evolução da coluna em todos os organismos terrestres. Fala-nos do nosso próprio desenvolvimento e da razão porque a nossa coluna vertebral se desenvolveu desta forma."

 

 

Saber mais:

Como as barbatanas se tornaram membros

Pegadas fósseis revelam os mais antigos a caminhar em terra firme

O peixe que rastejou para fora da água ...

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgGoogle + simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org Pinterest simbiotica.org

 

Arquivo  |  Partilhar Comentar |   Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  Subscrever | @ simbiotica.org, 2013


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com