2010-06-21

Subject: Spray para os mosquitos afecta reprodução de aves

 

Spray para os mosquitos afecta reprodução de aves

 

Dificuldades em visualizar este email? Consulte-o online!

@ NatureUm  microbicida de utilização vulgarizada pode não ser tão amigo do ambiente como se pensava.

A bactéria Bacillus thuringiensis israelensis (Bti) é actualmente fonte do microbicida mais utilizado no controlo das populações de mosquitos em todo o mundo, sendo considerada a alternativa menos tóxica aos pesticidas químicos mas um novo estudo agora conhecido veio revelar efeitos adversos no sucesso reprodutor de aves.

Quando ingeridas por larvas aquáticas de mosquito, as proteínas tóxicas produzidas pelo Bti provocam a formação de poros no intestino das larvas, destruindo-lhes o sistema digestivo e acabando por as matar.

O microbicida está em utilização há mais de 25 anos e é o método preferido de controlar as populações de mosquitos na África ocidental, Estados Unidos e Europa. Um punhado de estudos de campo anteriores sobre a sua toxicidade para com as populações de vertebrados não tinham encontrado impactos adversos.

Mas o trabalho de Brigitte Poulin, ecologista de aves no Centro de Investigação Tour du Valat em Arles, França, publicado na revista Journal of Applied Ecology, fornece evidências de que o controlo de mosquitos tem impacto mais acima na cadeia alimentar.

A equipa demonstra que o sucesso reprodutor das andorinhas-dos-beirais Delichon urbicum em áreas tratadas com Bti num parque nacional na região da Camarga desceu dramaticamente em comparação com o de aves que vivem em locais não tratados. A queda do sucesso reprodutivo deveu-se à perda dos mosquitos, a fonte de alimento preferida das aves.

Antes da pulverização com Bti em 2006, os investigadores não encontravam diferenças no tipo e dimensão das presas devoradas pelas aves em locais controlo e em áreas que seriam tratadas.

Ao longo dos três anos seguintes, o grupo registou 9051 voo para obtenção de alimento e 14857 presas recolhidas pelas aves nos três locais controlo e três locais tratados. Descobriram que as aves que habitam os locais controlo se alimentam preferencialmente de mosquitos e pequenas moscas, mas as formigas voadoras eram a presa principal nas áreas tratadas.

Descobriram também que 58% das diferenças na fonte de alimento e 63% da variação na dimensão da presa recolhida pelas aves nos locais controlo e tratados se deviam à aplicação de Bti. Pelo contrário, diferenças nestes factores em resultado de variações sazonais ou anuais naturais e diferenças de local e qualidade do ninho eram apenas de 5 a 15%.

O sucesso reprodutor global das aves em locais pulverizados com Bti era inferior ao das dos locais não tratados. As primeiras produziam em média duas crias por ninho em 2009, enquanto as aves dos locais de controlo atingiam uma média de três crias por ninho.

 

Pounlin espera que os resultados impeçam a proposta expansão da pulverização com Bti na Camarga, com o objectivo de reduzir o número de mosquitos apenas para conforto humano e não para o controlo de doenças.

Pierre Mineau, ecotoxicólogo de pesticidas na Universidade Carleton em Otava, Canadá, considera que os resultados podem ajudar a explicar a queda no efectivo das aves insectívoras do norte de África.

@ Wikipedia"Como grupo, estas aves não estão a safar-se bem mas estávamos perdidos na busca para uma explicação da situação", diz ele.

Ainda assim, ele apela a cautela na assumpção de que os resultados se aplicam a outras espécies. "Temos apenas uma espécie num dado contexto, o impacto deve ser dependente desse mesmo contexto, incluindo se estão disponíveis fontes alternativas de alimento."

Poulin já está a lidar com esse reparo num segundo estudo sobre os impactos sobre os invertebrados que vivem no mesmo parque nacional estudado.

Apesar dos efeitos observados neste estudo, o Bti continua a ser muito mais seguro que os pesticidas químicos, diz Mineau. "A mensagem de que não deve ser passada com este estudo é que as pessoas devem regressar à utilização de pesticidas químicos." 

 

 

Saber mais:

Brigitte Poulin

Culturas transgénicas transformam pequenas pragas em grandes problemas

Local do Campeonato Mundial ameaça andorinhas

Aves migratórias sofrem graves perdas

 

 

Twitter simbiotica.orgFacebook simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.orgClique para deixar de subscrever esta newsletter

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

 

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2010


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com