2003-10-15

Subject: Audubon Nature Institute clona o primeiro carnívoro selvagem

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do Boletim Informativo Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Audubon Nature Institute clona o primeiro carnívoro selvagem

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

Nasceu, em Nova Orleães, o primeiro clone de um mamífero africano ameaçado de extinção: o gato selvagem, um pequeno felino que pode muito bem ter sido o ancestral do nosso gato doméstico.

Ditteaux e a sua mãe de aluguer, uma gata domésticaO clone foi o resultado de pesquisas pioneiras realizadas no Audubon Nature Institute e é o primeiro carnívoro selvagem obtido desta forma. Nasceu de uma gata doméstica a 6 de Agosto e recebeu o nome de Ditteaux. Foi criado usando material genético congelado de um outro gato selvagem, igualmente nascido de uma gata doméstica em resultado de uma fertilização in vitro

O sucesso da clonagem e outros procedimentos de reprodução assistida em animais (ver Outras Notícias ao lado) são consideradas uma esperança para espécies ameaçadas, pela capacidade de aumentar o seu efectivo que apresentam, mesmo para aqueles que não se reproduzem em cativeiro. Pensa-se que a clonagem e a manipulação genética poderá reintroduzir variedade no material genético de espécies com reduzido efectivo. O congelamento do seu material genético permite, por sua vez, manter viáveis as suas células quase indefinidamente. 

Para criar o embrião clonado, os cientistas retiraram amostras de tecido do macho de gato africano Jazz, que foram depois cultivadas, de modo a fornecer centenas de células com o seu DNA. Estas células foram congeladas no Zoo Gelado da instituição. 

De seguida, o DNA de um óvulo de gato doméstico foi removido e substituído pelo DNA congelado.  O óvulo foi exposto a corrente eléctrica, que levou à fusão do núcleo e citoplasma e estimulou a divisão. O embrião resultante foi implantado no útero de uma gata doméstica, que teve uma gravidez normal e deu à luz o gatinho clonado. 

 

 

 

Outras Notícias:

importantes avanços na reprodução assistida de animais ameaçados

Além da clonagem de um gato selvagem, o Audubon Nature Institute anunciou o nascimento do primeiro caracal, criado a partir de um embrião congelado. 

O pequeno felino foi transferido para uma mãe caracal de aluguer, onde se desenvolveu normalmente até ao nascimento a 6 de Setembro. O animal é uma fêmea e chama-se Azálea, sendo uma gémea verdadeira dos primeiros caracais proveta do mundo, também nascidos no instituto em Maio de 2000.

Um outro importante avanço foi o anuncio de um outro felino africano, o cerval, a 1 de Outubro. Este animal resultou de fertilização in vitro, seguida de transferência de embriões. Este pequeno felino recebeu o nome de Kruger. 

 

Saber mais:   

Audubon Nature Institute

Organismos genéticamente modificados

Entenda o processo da clonagem

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo?? 

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2003


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com