2010-04-12

Subject: Descoberto nas Filipinas novo lagarto gigante

 

Descoberto nas Filipinas novo lagarto gigante

 

Dificuldades em visualizar este email? Consulte-o online!

Varanus bitatawa @ BBC

Uma nova espécie de lagarto gigante foi descoberta nas Filipinas. O réptil com dois metros de comprimento é um lagarto-monitor, o grupo a que já pertencem os lagartos maiores e mais compridos de que há conhecimento.

O monitor, descrito como espectacular pelos cientistas que o descobriram, vive nas florestas que cobrem as montanhas da Sierra Madre, no norte do país e tem com manchas de um amarelo, azul e verde brilhantes, o que torna ainda mais espantoso o facto de ter, até agora, escapado aos olhos dos biólogos.

"É um animal incrível", diz Rafe Brown, um dos cientistas que descreveu o novo lagarto na revista Biology Letters. No artigo, os investigadores descrevem como é raro encontrar um vertebrado terrestre de grandes dimensões totalmente novo para a ciência na actualidade.

A descoberta do lagarto, dizem eles, é de importância semelhante à de duas outras espécies de megafauna descobertas em anos recentes: o kipunji Rungwecebus kipunji, um novo género de macaco descoberto em África, e o saola Pseudoryx nghetinhensis, um bovídeo da floresta do Vietname. 

O lagarto gigante é na realidade bem conhecido dos habitantes locais, pertencentes às tribos Agta e Ilongot, que vivem nas florestas a norte da ilha Luzon. Os membros destas tribos caçam-no regularmente pela sua carne, uma fonte vital de proteínas.

Ainda assim, os cientistas não tinham a menor ideia da sua existência, pelo menos até que Brown e uma equipa internacional composta por investigadores americanos, filipinos e holandeses analisaram uma série de espécimes de lagartos preservados em museus, tanto nos Estados Unidos como nas Filipinas.

Entre esses espécimes identificaram a nova espécie com base na dimensão do corpo, escamas, coloração e DNA.

Com o comprimento do tronco a rondar um metro e outro tanto de comprimento de cauda, o lagarto tem pele escura coberta com manchas e sardas amarelo douradas. As patas são principalmente amarelas e a cauda é listrada de amarelo e preto. Em algumas fotografias o animal também apresenta escamas verdes ou azuis. 

 

A nova espécie, baptizada Varanus bitatawa, pensa-se que sobreviva com uma dieta à base de fruta, o que a torna uma das três únicas de lagartos-monitores do mundo com esta base alimentar.

Os lagartos-monitores incluem o maior lagarto do mundo, o dragão do Komodo V. komodoensis, que atinge os 3 metros de comprimento e chega a pesar 90 kg. Ainda que não tão possantes, outras espécies, como o monitor-crocodilo ou o monitor de Salvadori Varanus salvadorii da Nova Guiné, também atingem comprimentos semelhantes.

Varanus bitatawa @ BBCO motivo porque o novo lagarto gigante permaneceu por descobrir pelos cientistas até este momento é um mistério, especialmente porque biólogos trabalham na zona norte das Filipinas.

Os investigadores dizem que isso pode dever-se ao facto de o lagarto ser naturalmente reservado, um animal que nunca deixa a cobertura da floresta ou atravessa terrenos abertos.

Também contribuiu para o seu anonimato perante a ciência o facto de poucas expedições científicas terem caracterizado os répteis que vivem nas florestas da Sierra Madre. A nova espécie de monitor vive a pelo menos 150 km de distância do seu parente mais próximo, outro lagarto da espécie V. olivaceus, que também vive nas árvores e se alimenta de fruta. 

 

 

Saber mais:

Rafe Brown

Dragões do Komodo têm mordedura venenosa

Dentada de dragão do Komodo mais fraca que de gato

Sucesso na reprodução de lagartos raros

 

 

Twitter simbiotica.orgFacebook simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.orgClique para deixar de subscrever esta newsletter

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

 

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2010


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com