2004-04-02

Subject: Alarme perante o declínio do narval

News of the Wild

 

Bem-vindo(a) a mais uma edição do boletim informativo  News of the  Wild

Este boletim é mantido pelo site Born to be Wild, para que não esqueça o seu lado selvagem ...

 

Em destaque:

Alarme perante o declínio do narval

 

  Questões ou comentários para: borntobewild@clix.pt

Dê o site Born to be Wild a conhecer a um amigo!!

 

O narval, um mamífero marinho conhecido principalmente pela sua presa do tipo chifre de unicórnio, pode estar sob séria ameaça, revelaram os recenseamentos aéreos agora realizados. A caça e as alterações climáticas nas águas da  Groenlândia, seu habitat natural, podem ser os principais culpados, acredita o investigador Mads Peter Heide-Joergensen. Os reconhecimentos mostram um declínio de 10% em 17 anos, o que pode ser uma estimativa inferior ao real. 

O doutor Heide-Joergensen, do Instituto de Recursos Naturais da Groenlândia, conduziu a sua investigação sobre o efectivo dos narvais na área de reprodução de Inglefield e fiordes adjacentes. Realizou dois estudos independentes, em Agosto de 2001 e de 2002, através de duas câmaras digitais que faziam download contínuo de imagens para dois computadores separados. 

O estudo de 2001, repetido 4 vezes, cobriu uma área de 840 Km2 e revelou 360 narvais. O estudo de 2002, repetido 7 vezes, cobriu uma área de 2208 Km2 e contou 566 narvais. Comparando estes números com os dos estudos realizados em 1985 e 1986, estima-se um declínio de 10% ao longo deste período de 17 anos. 

No entanto, Heide-Joergensen considera que o declínio pode ser muito superior pois os estudos dos anos 80 não foram corrigidos a nível de erros de identificação. Os narvais Monodon monoceros são caçados intensamente pela população indígena da Groenlândia, os Inuit.

 

Em 1999, uma política antiga de regulação da caça na zona de Nunavut, no leste do Canadá, foi abandonada, enquanto na Groenlândia tal política nunca chegou a existir. 

Os narvais são caçados pela sua longa presa, mas também pela pele e carne. A pele é rica em vitamina C, muito importante quando não se tem fornecimento de vegetais em quantidade suficiente, explica Heide-Joergensen. 

Mas estes não são os únicos problemas que preocupam os investigadores. O desenvolvimento da pesca do halibute na Groenlândia pode estar a ter um impacto negativo nos narvais, que deles se alimentam durante o Inverno na baía de Baffin. Teme-se que esta industria crescente atinja a escala comercial brevemente, depredando completamente uma fonte de recursos fundamental para os narvais. 

Heide-Joergensen refere que outro problema é a acumulação de gelo na baía de Baffin, que tem vindo a aumentar ao longo dos últimos 50 anos. 

 

 

Saber mais:

Greenland Institute of Natural Resources

The Inuit case for whaling

 

 

Comentar esta notícia           Imprimir

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja receber o boletim Born to be Wild clique aqui!!

Respeitar os animais é respeitarmo-nos a nós próprios!

@ Born to be Wild, 2004


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com