2009-11-20

Subject: Raia pode ser pescada até à extinção

 

Raia pode ser pescada até à extinção

 

Dificuldades em visualizar este email? Consulte-o online!

Uma espécie de raia pode tornar-se a primeira espécie marinha conduzida à extinção pela pesca comercial, dizem os cientistas.

Um estudo revela que um erro na classificação da espécie significou que os investigadores não conseguiram aperceber-se de até que ponto estava à beira da extinção. 

A equipa de investigação francesa relata as suas descobertas na última edição da revista Aquatic Conservation.

O biólogo marinho Nicholas Dulvy, da Universidade Simon Fraser no Canadá, diz a raia é agora "a espécie marinha com estatuto mais precário da Terra".

Os estudos genéticos da equipa revelou que o animal vulgarmente referido como raia comum é na realidade um conjunto de duas espécies claramente distintas: a raia Dipturus intermedia e a raia-azul Dipturus flossada.

Os peixes foram originalmente classificados em espécies separadas mas um estudo muito influente realizado em 1926 reconheceu apenas uma espécie válida, a Dipturus batis, classificação que se tem mantido desde então.

O erro com 80 anos permitiu que as pescarias não andassem a pescar o que pensavam, explica Dulvy, que também é co-secretário do grupo de especialistas em tubarões da World Conservation Union's (IUCN). O resultado foi que as capturas da raia menor e mais resistente, a raia-azul, mascararam completamente o declínio da outra espécie de raia.

A equipa de investigação, liderada por Samuel Iglesias, da Estação de Biologia Marinha em Concarneau, na costa oeste francesa, pinta um futuro muito negro para esta espécie de raia.

 

Iglesias e a sua equipa passaram mais de um ano a trabalhar com as pescarias francesas e a retirar amostras de DNA das raias capturadas. As suas descobertas finalmente revelaram que a espécie de raia maior D. intermedia estava realmente em sério declínio.

Iglesias refere: "A ameaça de extinção para a Dipturus europeia em conjunto com a sua identificação errada nas estatísticas de pesca salienta a necessidade para uma enorme reavaliação da população das diferentes espécies de raias do género Dipturus nas águas europeias.

"Sem uma revisão e reconhecimento do seu estatuto diferenciado, a maior raia do mundo, D. intermedia, pode estar extinta muito em breve. Dulvy acrescenta: "Tanto quanto sabemos e podemos dizer, os humanos ainda não conduziram nenhuma espécie completamente até à extinção através da pesca excessiva."

Ele e muitos investigadores da vida marinha estão muito preocupados com a real possibilidade de esta raia ser a primeira espécie nessa situação. 

 

 

Saber mais:

IUCN Red List

Simon Fraser University

 

 

Twitter simbiotica.orgFacebook simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

 

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com