2009-10-18

Subject: Parque eólico do Douro Sul ameaça lobo-ibérico alerta a Quercus

 

Parque eólico do Douro Sul ameaça lobo-ibérico alerta a Quercus

 

Dificuldades em visualizar este email? Consulte-o online!

O projecto prevê a implantação de 103 aerogeradores nas Serras de Leomil e da Nave onde habita uma das poucas alcateias que sobrevivem a sul do rio Douro o que poderá pôr em causa não só a estabilidade reprodutora desta alcateia mas também a continuidade da população lupina de que faz parte.

A 6 de Outubro foi emitida a Declaração de Impacto Ambiental relativa ao projecto do parque eólico do Douro Sul, que foi favorável. O parque eólico eólico será instalado nas Serras de Leomil e da Nave, numa zona de ocorrência de lobo-ibérico e que inclui parte do território de uma das 5-6 alcateias sobreviventes a sul do Rio Douro.

O lobo-ibérico é uma espécie em perigo de extinção protegida por lei em Portugal, que proíbe não só o abate e a captura de animais desta espécie mas também a destruição/deterioração do seu habitat e a perturbação das suas actividades, em particular as de reprodução.

A instalação de 103 aerogeradores, a construção de linhas de alta tensão e a abertura de acessos à obra constituirão factores de perturbação e destruição do habitat da alcateia, incluindo zonas que os animais utilizam para reprodução e refúgio. Assim, o projecto porá em causa a estabilidade reprodutora desta alcateia e, uma vez que a população da espécie a Sul do Douro é pequena, ameaçará também a sobrevivência da população de lobos desta zona, actualmente isolada e bastante ameaçada de extinção.

 

O projecto do Douro Sul recebeu vários pareceres negativos relacionados com a localização e a dimensão do parque eólico e a respectiva linha eléctrica. Destes destaca-se o parecer do Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade que alerta para o perigo de este parque eólico poder iniciar de “forma irreversível” o processo de extinção do lobo-ibérico a sul do Douro.

A Quercus afirma-se a favor do desenvolvimento de projectos de energias renováveis mas não quando estes põem em causa a sobrevivência de espécies ameaçadas e emblemáticas como o lobo-ibérico. Assim, a associação nacional de conservação da Natureza anuncia que formalizará uma queixa à União Europeia alegando que o Estado português está a violar as directivas nacionais e europeias autorizar a concretização do projecto do Douro Sul.

 

 

 

Saber mais:

Matar lobos pelo gozo

Lobos são mais lógicos que os cães

Gene de cão pode ajudar a sobrevivência de lobos

 

 

 

Twitter simbiotica.orgFacebook simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

 

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com