2009-09-09

Subject: Gripe A chega às Galápagos

 

Gripe A chega às Galápagos

 

Dificuldades em visualizar este email? Consulte-o online!

@ NatureA gripe suína alcançou o arquipélago das Galápagos e a primeira morte nas ilhas causou alarme generalizado, ameaçando a florescente indústria turística, o que causa sentimentos contraditórios para os que estão empenhados nos esforços de conservação do território equatoriano.

Desde meados de Agosto, quando o primeiro caso de gripe A H1N1 nas Galápagos foi confirmado, a população de Puerto Ayora em Santa Cruz, a ilha mais populosa, tem estado em alerta máximo.

Bares e clubes nocturnos ao longo da avenida principal foram os primeiros a fechar e durante duas semanas todas as actividades das escolas e universidades foram suspensas, num esforço para prevenir a propagação da doença.

Apesar dessas medidas, o vírus causou a sua primeira morte nas ilhas quando um homem de 29 anos com gripe suína morreu de ataque do coração a 28 de Agosto.

"O maior problema das Galápagos é que não têm hospitais e médicos para ajudar", diz Jaime Navas, guia de história natural e amigo do falecido. "Se ficamos em apuros por lá, não há maneira de os safarmos."

Este medo levou Navas a mudar-se com a sua jovem família das ilhas para a cidade de Guayaquil na costa do Equador continental, onde os hospitais estão melhor equipados para lidar com a gripe suína. "Há muitas pessoas com preocupações semelhantes que vieram para o continente nas últimas duas semanas", diz ele.

O governador das ilhas, Jorge Torres, e o director do Parque Nacional das Galápagos, Edgar Muñoz, foram ambos citados em notícias recentes alegando que a gripe suína não deve afectar a indústria do turismo mas Navas não tem essa certeza. Os turistas estão a pensar duas vezes sobre ir e os residentes a pensar em sair, diz ele. 

O turismo é um bem problemático para as Galápagos. Gera riqueza mas fomenta a expansão da população humana, colocando sob pressão crescente os frágeis ecossistemas das ilhas.

No início deste ano, a 28 de Abril, Muñoz e outros funcionários locais concordaram em várias medidas preventivas, incluindo o uso obrigatório de luvas e máscaras por todos os que trabalham nos portos e aeroportos.

 

O relatório mais recente do ministério equatoriano da saúde, emitido a 28 de Agosto, referia 1001 casos confirmados de gripe suína no país, 16 deles nas Galápagos. Ocorreram 44 fatalidades por todo o Equador, sem contar com a morte nas Galápagos. No domingo, o chefe da segurança do presidente Rafael Correa também morreu com a doença e hoje o ministro da saúde enviou 40 médicos para as ilhas, com respiradores e medicamentos antivirais.

Simon Goodman, geneticista de conservação na Universidade de Leeds, já tinha recentemente salientado a facilidade com que os mosquitos são introduzidos no arquipélago a bordo dos voos diários para as Galápagos. Para ele, a chegada a gripe suína revela como é difícil isolar as ilhas do resto do mundo. "O antigo isolamento geográfico das Galápagos foi completamente erodido."

Há uma consolação: a estirpe H1N1 da gripe suína não deve infectar as formas de vida que tornaram as Galápagos famosas, diz Kristien Van Reeth, virologista animal da Universidade Ghent, Bélgica. "Até agora, a infecciosidade do vírus da gripe suína apenas foi confirmada para porcos, humanos, furões e macacos."

Na pouco provável possibilidade de o vírus sair da população humana das Galápagos, seria muito mais provável que se propagasse para outro mamífero, diz Van Reeth. Por isso, diz ela, a gripe suína não é algo com que os répteis e as aves que dominam a fauna das Galápagos. "Nunca ouvir falar de répteis com gripe." 

 

 

Saber mais:

Galapagos National Park

Mosquitos ameaçam ícones das Galápagos

Invasores das Galápagos afinal são nativos

 

 

Facebook simbiotica.orgTwitter simbiotica.orgFlikr simbiotica.orgYouTube simbiotica.org

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

 

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com