2009-07-31

Subject: Descoberta nova espécie de ave careca no Laos

 

Descoberta nova espécie de ave careca no Laos

 

 

Dificuldades em visualizar este email? Consulte-o online!

I. WoxvoldOs cientistas descobriram uma espantosa nova espécie passeriforme canora careca numa região calcária do sudeste asiático.

O seu habitat pouco hospitaleiro, longe de qualquer povoação ou actividade humanas, pode explicar porque motivo esta ave invulgar não tinha sido descrita pelos investigadores até agora.

A ave de cabeça careca foi avistada pelos cientistas da Wildlife Conservation Society (WCS) e da Universidade de Melbourne, sendo o primeiro novo bule-bule a ser descoberto no espaço de 100 anos. Também é a primeira ave canora careca a ser avistada no continente asiático.

Os investigadores relataram a sua descoberta da nova espécie, apropriadamente baptizada bule-bule de face nua, na revista Forktail, editada pelo Oriental Bird Club.

Eles descrevem a ave que vive nas árvores como tendo o corpo verde-azeitona com o peito mais claro e uma excepcional face careca e de cor laranja rosada e azul clara. 

A ave do tamanho de um pardal realiza voos curtos de árvore para árvore e tem um chamamento curto e muito característico, dizem os investigadores. "A ave não era tímida", escrevem eles, "pelo contrário, era muito conspícua nos seu habitat."

Peter Clyne, director-adjunto para a Ásia do WCS, refere que a descoberta de uma nova espécie de animal é sempre excitante e que renovava o enfoque necessário nas questões de conservação.

Os cientistas relatam que o novo bule-bule, que habita uma zona protegida no centro do Laos, está a salvo por agora mas é preciso mais trabalho para garantir que não é colocado em perigo por actividades humanas futuras.

Depois de avistar e registar os sons produzidos pela nova espécie de ave a 3 de Dezembro de 2008 em Pha Lom, um afloramento calcário no centro do Laos, os investigadores Iain Woxvold e Will Duckworth conseguiram capturar duas aves alguns dias depois, reproduzindo a canção inicial que tinham gravado.

"Usámos uma técnica vulgar em ornitologia para capturar aves pequenas e que vivem na floresta, conhecida por 'mist net'", explica Clyne. "Coloca-se uma rede preta muito fina, o que a torna muito difícil de ver. Geralmente as aves não a detectam a tempo e voam contra ela mas não ficam nada magoados. Recolhe-se a ave da rede e pode-se fazer as medições habituais, como peso e comprimento, por exemplo."

 

A descoberta foi feita durante uma expedição financiada pela companhia mineira Minerals and Metals Group, que opera um projecto de cobre e ouro na região.

Clyne, que não esteve envolvido em negociações com a companhia, refere: "Este é um exemplo de como uma organização conservacionista pode trabalhar cooperativamente com a industria de extracção de recursos naturais com benefício para ambas. Há grande quantidade de pesquisas a serem feitas sobre este animal e o primeiro passo é descobrir a sua distribuição, necessidades alimentares e de habitat."

Os cientistas relatam que recolheram uma ave para a colecção do Museu de História Natural de Tring, Reino Unido, e fotografaram e recolheram amostras de sangue do outro espécime antes de o libertar.

Em Fevereiro de 2009 compararam as suas descobertas com material proveniente do Museu de Victória em Melbourne, Austrália, que confirmaram que tinham realmente descoberto uma nova espécie.

Até agora, os investigadores acreditam que terão observado, no máximo, sete aves no total. 

Eles explicam que investigação futura é crucial, não apenas sobre o bule-bule de face nua mas em toda a área calcária no sudeste asiático, pois muitas espécies novas de animais e plantas permanecem desconhecidas para a ciência.

Em 2002, por exemplo, na mesma área, o investigador e co-autor Rob Timmins do WCS, descreveu o kha-nyou, uma nova espécie de roedor e três anos antes já tinha descoberto um coelho listrado único. "Há muitos locais no Laos que ainda não foram explorados", comenta Clyne. 

 

 

Saber mais:

Wildlife Conservation Society

Oriental Bird Club

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com