2009-07-07

Subject: Mundo continua a perder biodiversidade

 

Mundo continua a perder biodiversidade

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Um número inaceitável de espécies continua a ser perdido para sempre, apesar do compromisso dos líderes mundiais em actuar para inverter essa tendência, alerta um estudo agora conhecido.

A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) relata que o compromisso de reduzir a perda de biodiversidade até 2010 é impossível de alcançar.

O relatório da IUCN alerta para o facto de um terço dos anfíbios, um quarto dos mamíferos e uma em cada oito espécies de aves estão já ameaçadas de extinção. A análise é baseada nas 44838 espécies que compõem a Lista Vermelha das Espécies Ameaçadas da IUCN.

"O relatório é uma leitura muito deprimente", diz o co-editor Craig Hilton Taylor, gestor equipa da Lista Vermelha da IUCN. "Diz-nos que a crise de extinções é grave, chega mesmo a ser pior do que se pensava, mas também mostra a tendência que estas espécies estão a seguir e portanto é essencial para o processo de tomada de decisão."

O principal mecanismo político para reduzir a perda de biodiversidade é a Convenção sobre  Diversidade Biológica (CBD), que entrou em vigor em 1993 com três objectivos principais:

• Conservar a diversidade biológica

• Usar a diversidade biológica de forma sustentada

• Partilhar os benefícios da diversidade biológica de forma justa e equitativa

Actualmente, 168 países são signatários da convenção, que estabeleceu a meta de "alcançar até 2010 uma redução significativa da actual taxa de perda de biodiversidade a nível global, regional e nacional".

 

Jean-Christophe Vie, chefe-adjunto do Programa das Espécies da IUCN, alerta para a escala da "crise da vida selvagem", que é muito pior do que a actual crise económica global.

"É tempo de reconhecer que a natureza é a maior companhia na Terra e que trabalha para o benefício de 100% da humanidade. Os governos deviam aplicar tanto esforço, senão ainda mais, na salvaguarda da natureza do que a salvar os diversos sectores económicos e financeiros. Quando os governos tomam medidas para reduzir a perda de biodiversidade há alguns sucessos de conservação mas estamos muito longe de reverter essa tendência."

Jean-Christophe Vie/IUCNAs listas incluem 869 espécies como extintas ou extintas na natureza. No total, o relatório categoriza pelo menos 16928 espécies como ameaçadas de extinção.

"Todas as plantas e animais que fazem parte da espantosa vida selvagem da Terra têm um papel específico e contribuem para coisas tão essenciais para nós como o alimento, medicamentos, oxigénio e água", diz Vie. "A humanidade precisa de todas elas e em grande número. Literalmente não nos podemos dar ao luxo de os perder." 

 

 

Saber mais:

IUCN

Convenção sobre a Diversidade Biológica

IUCN - Lista Vermelha de Espécies ameaçadas

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo  |  Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com