2009-04-25

Subject: Genoma das vacas vai revolucionar a agricultura

 

Genoma das vacas vai revolucionar a agricultura

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

O genoma de uma vaca Hereford foi sequenciado, o que pode ser o ponto de melhoramentos importantes na agricultura.

A análise deste rascunho do código genético do DNA para as unidades químicas básicas destes animais está a revelar o papel único que muitos genes desempenham.

É provável que a informação agora conhecida tenha um impacto significativo na criação de gado vivo. O estudo, publicado na última edição da revista Science, foi o resultado de um estudo de seis anos realizado por mais mais de 300 cientistas sediados em 25 países.

O gado bovino junta-se agora a um grupo de elite de animais que tiveram o seu genoma sequenciado, um grupo onde se inclui o Homem, outros primatas e roedores.

"Escolhemos o estudo do genoma da vaca porque esses animais têm uma importância imensa para os humanos", explica Richard Gibbs, do Centro de Sequenciação do Genoma Humano da Universidade de Medicina de Baylor, e um dos principais contribuintes deste projecto.

Ao comparar os resultados obtidos com os de outros genomas sequenciados, incluindo o humano, os investigadores descobriram como as vacas podem ajudar a investigação sobre a saúde e a doença humanas.

"Descobrimos que as vacas são muito mais semelhantes a nós que os roedores", diz Gibbs. "Isso acontece porque os roedores estão a evoluir muito mais depressa. Por esse motivo existem aspectos da biologia humana que na realidade devíamos estudar nas vacas."

Dos 22 mil genes do genoma da vaca, 14 mil são comuns a todas as espécies de mamíferos.

"Estes 14 mil são a sala das máquinas comum a todos os mamíferos", diz Ross Tellam, cientista da Organização de Investigação Científica e Industrial da Commonwealth (CSIRO) na Austrália e um dos autores do artigo publicado na revista Science. "Os restantes genes são únicos de cada um das espécies."

E muitas das características genéticas que tornam o gado bovino único são as mesmas que os tornam importantes para nós.

"Se podermos ver exactamente que genes originam as diferenças entre cada animal há uma oportunidade de realçar a reprodução selectiva", explica ele. "Podemos usar métodos naturais, simplesmente seleccionando os melhores animais, para obter gado bovino que produza mais carne ou mais leite."

 

Esta comparação entre animais individuais já começou num estudo relacionado publicado na mesma edição da revista Science. Uma equipa científica associada produziu um mapa identificando as principais diferenças no DNA, também conhecidas por haplótipos, entre as variedades de gado bovino.

A equipa comparou a sequência do genoma do gado Hereford com a de outras seis raças de gado bovino e, usando este "HapMap" bovino, os investigadores podem seguir as diferenças entre as raças que afectam a qualidade da carne e do leite.

"Este mapa vai transformar a forma como as raças leiteiras e de carne são criadas", diz Richard Gibbs. "As ferramentas genéticas já estão desenvolvidas e a revelar-se úteis para a industria leiteira e prevemos que elas serão aplicadas para melhorar a industria da carne. Esperamos que a informação também seja usada para que surjam formas inovadoras de reduzir o impacto ambiental do gado bovino, como os gases de efeito de estufa libertados pelas manadas."

O estudo também identificou novos genes envolvidos na imunidade das vacas, que estão associados ao sistema digestivo das vacas.

As vacas são ruminantes, o que significa que têm um estômago com quatro cavidades onde reside uma multitude de bactérias residentes, o que lhes permite digerir material vegetal, muito difícil de degradar.

"Pensamos que estes genes evoluíram em resposta à forma como o gado bovino é vulnerável a ataques microbianos", diz Tellam. "Como todos estes microrganismos vivem no seu rúmen, e porque estes animais vivem em manadas de grande dimensão, são muito vulneráveis a doenças." 

 

 

Saber mais:

Science

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com