2009-03-20

Subject: Esposas arruínam canto dos machos na presença de outras fêmeas

 

Esposas arruínam canto dos machos na presença de outras fêmeas

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Algumas fêmeas de aves canoras têm um canto harmonioso mas ele torna-se numa verdadeira gritaria quando outra fêmea entra em cena. 

Os casais de cantador-sinaleiro Hypocnemis peruviana cantam em harmonia para afastar os casais rivais do seu território mas coloque-se uma fêmea solteira na vizinhança e o dueto transforma-se num concurso de gritos.

Esta é a descoberta feita por um novo estudo sobre estas aves realizado por Joseph Tobias e Nathalie Seddon, um casal de zoólogos da Universidade de Oxford.

As canções dos casais de cantadores-sinaleiros começam geralmente com séries de duetos igualmente espaçados. As fêmeas podem fundir as suas cações nas dos seus parceiros ou baralhar-lhes completamente a actuação juntando-se-lhes no momento errado.

Os autores do estudo reproduziram dois tipos de canções para os casais de cantadores-sinaleiros nos seus lares na floresta tropical húmida do Peru: duetos de casais rivais e as melodias de intrusas solteiras.

 

Ameaçados por pares rivais, os casais apresentam uma frente unida, cantando duetos rítmicos e coordenados mas a cooperação termina imediatamente quando rivais solitárias se aproximaram.

"Especificamente, as fêmeas responderam a rivais sexuais desemparelhadas bloqueando os sinais dos seus próprios parceiros", escrevem Tobias e Seddon. "Talvez o resultado mais impressionante seja o facto de os machos não apreciarem o bloqueio das fêmeas em relação à sua canção", diz Tobias. Os machos "tentam evitar a perturbação das fêmeas, sugerindo que a consideram danosa de alguma forma."

Os investigadores dizem que as fêmeas cantadoras-sinaleiras têm razão em se sentir ameaçadas: elas enfrentam "taxas elevadas de 'divórcio' ... bem como evidências de copulação fora do matrimónio e poligamia ocasional".

Tobias diz que mais investigação é precisa para compreender a extensão do bloqueio de sinal em outros animais. Os investigadores suspeitam que pode desempenhar um papel em duetos e coros de outras aves, primatas sociais e até mesmo nas origens da dança e música humanas.

Tobias e Seddon também querem saber se os bloqueios das fêmeas cantadoras-sinaleiras bloqueiam a canção dos seus parceiros para a tornar menos atraente para as rivais "ou se está apenas a revelar à nova fêmea que aquele macho já é comprometido." 

 

 

Saber mais:

Current Biology

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com