2009-01-19

Subject: Fósseis de dinossauro sugerem extinção rápida

 

Fósseis de dinossauro sugerem extinção rápida

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Fósseis descobertos recentemente no Árctico apoiam a ideia de que os dinossauros desapareceram rapidamente da superfície da Terra, talvez em resultado de um meteorito gigante ter atingido o planeta. 

A descoberta contradiz a ideia de que os dinossauros já se encontravam em declínio como grupo por essa altura.

As evidências geológicas indicam que um impacto ocorreu perto da Península do Iucatão no final do Cretácico, há 66 milhões de anos, mas se o evento criou um verdadeiro apocalipse que dizimou os dinossauros ainda é uma questão em debate. Apesar de muitas espécies terem desaparecido, muitas outras sobreviveram, incluindo os mamíferos e os pequenos dinossauros com penas que foram os ancestrais das aves actuais.

Alguns paleontólogos sugerem que os dinossauros sem penas já estavam em declínio antes do impacto, talvez em resultado de grandes eventos vulcânicos ou devido a um arrefecimento global.

Agora, escrevendo na última edição da revista Naturwissenschaften, Pascal Godefroit, do Real Instituto Belga de Ciências Naturais, descreve fósseis encontrados no nordeste russo que sugerem que os dinossauros não estavam de todo em declínio.

Apesar de já terem sido encontrados fósseis de dinossauros no Árctico, a nova descoberta é única devido à sua idade: Godefroit e a sua equipa dataram os leitos de fósseis entre os 68 e os 65 milhões de anos, imediatamente antes do momento da extinção.

"Descobrirmos que não há indicações de que a diversidade de dinossauros tivesse decrescido imediatamente antes da extinção", diz Godefroit. A equipa encontrou hadrossauros de bico-de-pato herbívoros e terópodes bípedes do tipo velociraptor, que parecem ser tão comuns como noutros locais do planeta na altura. Em conjunto com esta descoberta surge a presença das primeiras cascas de ovo de dinossauro encontradas em zonas polares, indicando que os dinossauros eram residentes e não apenas migrantes.

 

Que uma população polar tão saudável existisse imediatamente antes da extinção pareceria desferir um forte golpe contra a teoria de que os animais já estariam em declínio mas os paleontólogos são cautelosos.

"A presença destes dinossauros é certamente concordante com a ideia de uma extinção súbita mas não é uma prova incontornável", diz Tom Rich, do Museu Vitória de Melbourne, Austrália.

Robert Spicer, do departamento de geologia da Universidade Aberta de Milton Keynes, Reino Unido, sugere que quando os dinossauros desapareceram, o local poderia estar na orla do círculo polar árctico e não bem no seu interior.

"O elo mais fraco é a paleoposição do local", diz ele. "Tendo dito isso, essa diversidade mesmo a esta latitude sugere que os dinossauros eram bem mais robustos do que pensávamos. Leva-me a colocar sérias questões acerca do que poderia ter extinto repentinamente animais resistentes o suficiente para viver nestas condições."

Atribuir a extinção a qualquer causa única é arriscado, acrescenta Bill Clemens, da Universidade da Califórnia, Berkeley. Trabalhos de David Wake, também da Universidade da Califórnia, Berkeley, e Vance Vredenburg, da Universidade Estatal de San Francisco, sugerem que o declínio dos anfíbios modernos envolve uma variedade de factores, desde a introdução de predadores a doenças e a perda de habitat, diz Clemens.

"Pergunte-se o que está a ameaçar os anfíbios modernos e a resposta varia de acordo com a espécie", acrescenta ele. "Penso que o mesmo deve ter sido verdade para os dinossauros." 

 

 

Saber mais:

Vulcões implicados na morte dos dinossauros

Vulcões das Caraíbas implicados na extinção do Cretácico

Gases causaram extinção dos dinossauros?

Desaparecimento dos dinossauros não abriu caminho aos mamíferos

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2009


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com