2008-10-05

Subject: Pinguins perdidos recolhidos pela Força Aérea brasileira

 

Pinguins perdidos recolhidos pela Força Aérea brasileira

 

 

Dificuldades em visualizar este email?

Consulte-o online!

Centenas de pinguins foram devolvidos ao seu território nativo no Atlântico sul por um avião da Força Aérea brasileira após terem sido encontrados ao largo da costa deste país.

Todos os anos os pinguins fazem a viagem para norte desde as águas mais frias ao largo da Patagónia em busca de alimento mas o número de animais e a distância percorrida por eles espantou as autoridades locais este ano.

Pelo menos um milhar destas aves deram à costa brasileira, sendo muitas dadas como mortas pelas autoridades, tanto na praia como ao longo do percurso.

Estima-se que alguns pinguins fizeram uma viagem de mais de 3 mil quilómetros, desde as frias águas da Patagónia, a zona mais a sul do continente sul-americano.

Já este ano tinham surgido notícias de grande número de pinguins a ser encontrados na costa dos estados brasileiros do sul, como o Rio de Janeiro. Agora, os animais estão a ser descobertos até nos estados mais a norte.

Alguns peritos referiram que a migração dos pinguins está fortemente associada à sua necessidade de alimento e que a viagem pouco vulgar que estão a realizar sugere que algo correu mal com o seu fornecimento habitual de peixe.

Os peritos dizem que não é claro se esta situação se deve a alterações na temperatura da água, nas correntes oceânicas ou mesmo na poluição de origem humana.

 

Algumas das aves foram encontradas cobertas de petróleo, enquanto outras estavam a alimentar-se de espécies de peixe que não fazem, normalmente, parte da sua dieta.

É uma tarefa invulgar para a Força Aérea brasileira ajudar a devolver pinguins ao seu território habitual mas parece que este ano têm que lidar com um número elevado destes passageiros invulgares.

Centenas de pinguins voaram a semana passada num avião de transporte Hércules até à zona mais a sul do Brasil, onde estão a ser libertados no oceano. Outros tantos devem regressar de navio.

Outras aves, exaustas pela sua longa viagem, estão, por enquanto, a tirar partido do clima hospitaleiro da zona da Baía, estado brasileiro famoso pelas suas belas praias. 

 

 

Saber mais:

Pinguins congelados pelo aquecimento global?

Pinguins de Adélia extintos numa década?

Caça à baleia levou pinguins a comer krill

 

 

Recebeu este boletim através de um amigo??

Faça a sua própria subscrição aqui!!

Se não deseja voltar a receber o boletim News of the Wild clique aqui!!

simbiotica.org  |  Arquivo Comentar  |  Busca Contacte-nos  |  Imprimir  |  @ simbiotica.org, 2008


Return to Archives

Newsletter service by YourWebApps.com